Aportes em produção de óleo e gás no Brasil podem ultrapassar R$500 bi até 2028, diz ANP

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os investimentos em produção de petróleo e gás natural no Brasil podem ultrapassar 500 bilhões de reais no período entre 2024 e 2028, sendo a maior parte nas bacias de Campos e Santos, informou nesta quarta-feira a agência reguladora ANP.

Do montante total, a Bacia de Santos representará 61% dos investimentos, enquanto a Bacia de Campos ficaria com 28%, segundo comunicado da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

No mesmo período, a ANP informou que são estimados volumes médios de produção de 4,195 milhões de barris por dia de petróleo e 209 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural.

Os dados foram levantados a partir de informações declaradas pelos contratados nos Programas Anuais de Trabalho e Orçamento (PAT) e Programas Anuais de Produção (PAP) dos contratos vigentes, estando sujeitas a atualizações a qualquer momento, disse a ANP.

As previsões são referentes somente à fase de produção, que é a segunda fase dos contratos.

(Por Marta Nogueira)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes