Ações europeias recuam com queda de bancos e papéis de energia

Por Shristi Achar A e Shashwat Chauhan

(Reuters) - As ações europeias encerraram em baixa nesta quarta-feira, com a fraqueza das ações do setor bancário pesando, enquanto as perdas dos papéis de forte peso do setor de energia Equinor e TotalEnergies, após resultados corporativos, apenas agravaram a queda.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,30%, a 485,31 pontos, com as ações da Espanha ficando atrás de seus pares regionais.

A Equinor caiu 7,8%, depois que a produtora norueguesa de petróleo e gás disse que reduziria em 3 bilhões de dólares seu retorno geral de caixa aos acionistas este ano.

A TotalEnergies também caiu 3,2%, depois que o grupo francês relatou um declínio maior do que o esperado em seu lucro ajustado para o quarto trimestre.

O setor bancário caiu 0,9%, com o UBS perdendo 2,7% depois que pelo menos duas corretoras reduziram seu preço-alvo para o banco suíço.

Mantendo as perdas acentuadas sob controle, o setor de tecnologia continuou sua forte tendência recente, avançando 0,7%, elevando sua série de ganhos diários para seis.

O setor automobilístico também esteve entre os principais ganhadores, com uma alta de 0,5%, liderado pelo salto de 1,1% da montadora italiana Stellantis, que atingiu um pico recorde durante o dia.

Enquanto isso, Isabel Schnabel, membro da diretoria do Banco Central Europeu, disse ao Financial Times que o banco central deve ser paciente com o corte das taxas de juros, já que a inflação pode voltar a subir e os dados recentes confirmam os temores de que a "última milha" para reduzir o crescimento dos preços será a mais difícil.

Continua após a publicidade

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,68%, a 7.628,75 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,65%, a 16.921,96 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,36%, a 7.611,26 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,45%, a 30.976,02 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,15%, a 9.888,20 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,87%, a 6.182,29 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes