Bolsas

Câmbio

Ibovespa segue EUA e cai; Embraer e AmBev pressionam após balanços

O Ibovespa opera em queda no último pregão de julho, com boa dose de correção. O índice recuava 0,42% às 11h18, acompanhando as perdas nos Estados Unidos e diante de balanços abaixo do esperado.

As ações da Embraer despencavam 12,77%. A empresa apresentou no segundo trimestre números para lucro operacional, receita e última linha de balanço abaixo das expectativas de analistas de mercado.

As ações da AmBev cediam 2,67%, mas seu peso no Ibovespa, de 8,1%, e seu volume fazem mais estragos. Os resultados da empresa no segundo trimestre ficaram abaixo das projeções feitas por analistas consultados pelo Valor. A companhia encerrou o período com lucro líquido de R$ 2,046 bilhões, queda de 18,4% em relação ao mesmo intervalo de 2015.

Do outro lado, Petrobras tenta fazer um contraponto e subia. A ação PN avançava 2,10% e a ON ganhava 2,40%. O Conselho de Administração da empresa aprovou, em reunião realizada nesta quinta-feira (28), a venda de sua participação no bloco exploratório BM-S-8, localizado na Bacia de Santos, para a Statoil Brasil Óleo e Gás.

As ações dos bancos tentavam recuperação, após fortes perdas ontem. Santander avançava 1,01%, Bradesco ON ganhava 0,59% e Bradesco PN tinha alta de 0,55%.

O Bradesco despencou ontem em bolsa após um balanço abaixo do esperado pelo mercado e investigações da Operação Zelotes que envolvem a diretoria do banco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos