Bolsas

Câmbio

Ibovespa tem correção com petróleo e recua; CSN lidera baixas

O Ibovespa opera em queda de mais de 1% no fim desta manhã, em linha com o quadro externo que, por sua vez, é determinado por declarações nos Estados Unidos e pela queda do petróleo. O ambiente externo desfavorável propicia uma correção técnica no Brasil, depois de o índice ter subido 3,1% no mês e 36% no ano, até ontem. Às 11h28, o Ibovespa perdia 1,14%, para 58.428 pontos.

As ações da Petrobras tinham baixa, seguindo o movimento dos preços do petróleo. Petrobras ON cedia 2,86% e a PN recuava 2,19%.O petróleo cai com a redução da expectativa de que os países integrantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) consigam chegar a um acordo para limitar a produção de petróleo na próxima reunião promovida pela organização, em setembro, enquanto os investidores aproveitam para realizar os lucros conseguidos na semana passada.

As ações da CSN lideravam as quedas, com recuo de 3,96%. Vale também está na lista dos papéis no território negativo. Vale ON declinava 2,25% e Vale PNA perdia 2,04%.

No domingo, o vice-presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Stanley Fischer, disse que a economia dos Estados Unidos está próxima de atingir as metas do BC e que o crescimento deve acelerar. A declaração pesou sobre os mercados e faz com que as bolsas caiam. Os comentários também ampliam as expectativas do mercado em relação ao discurso da presidente do Fed, Janet Yellen, na sexta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos