Bolsas

Câmbio

Dólar recua para casa de R$ 3,12 e caminha para renovar mínima no ano

O dólar comercial amplia a queda frente ao real. Esse movimento é intensificado pelo aumento do fluxo de recursos para o mercado local na reta final da adesão ao programa de regularização de capitais não declarados à Receita e mantidos no exterior, cujo prazo se encerra em 31 de outubro.

Investidores têm repatriado parte dos recursos do exterior para pagar a multa e o Imposto de Renda (IR) para regularizar o patrimônio lá fora.

Às 11 horas, o dólar comercial caía 1,18% para R$ 3,1233, após marcar R$ 3,1213 na mínima intradia. Se mantiver esse patamar até o fechamento, a moeda americana deve renovar a mínima no ano, de R$ 3,1315, mas ainda está longe da mínima intradia no ano que foi de R$ 3,1138, em 10 de agosto.

Na última vez que o dólar registrou o patamar de R$ 3,1315, o Banco Central (BC) ampliou a oferta de swaps cambiais reversos para 15 mil contratos. Esse volume foi reduzido para 5 mil contratos em 14 de setembro, após o dólar superar o nível de R$ 3,30 no pregão anterior.

Por enquanto, o BC vem ofertando 5 mil contratos de swap cambial reverso, mas analistas não descartam a possibilidade de a autoridade monetária ampliar a atuação de real se valorizar rápido demais e descolar dos pares no exterior.

Na cena externa, a moeda americana operava em queda frente às principais divisas emergentes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos