Bolsas

Câmbio

Exportações de calçados sobem 4% em 2016, aponta Abicalçados

O setor de calçados encerrou 2016 com exportações de 126,12 milhões de pares, 1,7% acima do volume embarcado em 2015. Em receita, houve aumento de 4%, para US$ 999 milhões. De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), as exportações ganharam força a partir do quarto trimestre do ano passado.

A entidade cita o câmbio mais estável e a participação das empresas em feiras internacionais como principais fatores de estímulo ao crescimento dos embarques. Apenas em dezembro, as exportações aumentaram 7% em relação ao mesmo mês de 2015, totalizando 18 milhões de pares e receita de US$ 128 milhões.

Principais destinos

O principal destino das exportações de 2016 foram os Estados Unidos, cujas importações somaram 13,24 milhões de pares por US$ 221,36 milhões, 15,4% mais do que em 2015. O segundo destino foi a Argentina, com 9,48 milhões de pares e vendas de US$ 111,6 milhões, 65,4% mais do que em 2015. O terceiro destino do ano foi a França (9 milhões de pares por US$ 56 milhões, 2,1% mais do que em 2015).

O destaque negativo, segundo a Abicalçados, foi a Bolívia, após adotar o sistema de licenças não-automáticas para a importação de calçados brasileiros. As exportações para a Bolívia caíram 8,3% em 2016.

Importações

As importações de calçados no país, por sua vez, fecharam 2016 em queda de 31,6% em volume, somando 22,74 milhões de pares. Em receita, a queda foi de 28,5%, para US$ 343,7 milhões. Segundo a Abicalçados, o câmbio encareceu as importações.

Além disso, a queda na demanda doméstica contribuiu para a retração nas importações. O varejo brasileiro de calçados teve queda de 10% no ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos