Dólar opera perto da estabilidade e sai na casa de R$ 3,19

O dólar comercial é negociado com leve alta em mais de 10 minutos de operações. Às 9h13, a moeda americana subia 0,08%, para R$ 3,1992.

Ao mesmo tempo que a cena externa merece atenção, há a expectativa de ingressos de recursos ao Brasil, com a reabertura da janela de captações.

Ontem, o dólar recuou 0,78% no Brasil, a R$ 3,1965, enquanto subia frente a outras divisas de países desenvolvidos. Nesta terça-feira, a lira turca renova mínimas históricas frente ao dólar, enquanto o peso mexicano e o rand sul-africano também perdem.

Numa sinalização de que a temporada de captações pode surpreender, a Petrobras emitiu ontem US$ 4 bilhões no mercado internacional. Mas, segundo apurou o Valor, a demanda chegou a US$ 20 bilhões. E mais empresas devem anunciar emissões até o dia 20, quando ocorre a posse de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos.

A queda do dólar para abaixo de R$ 3,20, contudo, já desperta alguma atenção no mercado, especialmente considerando que até o momento o Banco Central (BC) não deu sinais sobre a rolagem de US$ 6,431 bilhões em swaps cambiais tradicionais que vencem no começo de fevereiro. Algumas casas já veem chances de o BC retomar operações de swap cambial reverso caso o dólar continue rompendo suportes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos