Bolsas

Câmbio

Micro e pequenas empresas foram menos pontuais ao pagar dívida em 2016

A pontualidade de pagamentos das micro e pequenas empresas atingiu 95,0% em 2016. Isto significa que a cada mil pagamentos realizados no ano passado, 950 foram quitados à vista ou com atraso máximo de sete dias. É menor taxa e pontualidade dos últimos quatro anos, segundo levantamento da Serasa Experian. Em 2015, a taxa foi de 95,6%.

De acordo com os economistas do birô de crédito, as micro e pequenas empresas sofreram mais acentuadamente os impactos adversos da crise econômica no ano passado. "Recessão prolongada da economia, dificuldades de acesso ao crédito, altas taxas de juros formaram uma combinação que afetou negativamente a capacidade de pagamentos das micro e pequenas empresas", diz a Serasa, em nota.

As micro e pequenas empresas do setor comercial apresentaram o maior nível de pontualidade de pagamentos em 2016: 95,7%. Nas indústrias a pontualidade de pagamentos foi de 94,4% ao longo do ano passado e nas micro e pequenas empresas do setor de serviços a pontualidade foi de 94,0% em 2016.

O valor nominal médio dos pagamentos em dia ficou estável em 2016 na comparação com o ano anterior: R$ 1.923. O valor médio mais alto foi registrado pelos pagamentos pontuais das empresas comerciais (R$ 1.963), seguido pelo das empresas industriais (R$1.850) e, por fim, pelas micro e pequenas empresas de setor de serviços (R$ 1.746).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos