Dólar tem ligeira queda à espera da ata do Fed e decisão do Copom

O dólar opera em leve baixa ante o real na primeira hora de pregão desta quarta-feira, devolvendo a valorização da véspera, amparada por comentários "hawkish" de membros do Fed (banco central americano).


Às 9h58, o dólar comercial caía 0,13%, a R$ 3,0871. O dólar para março cedia 0,35%, a R$ 3,0890.


Hoje, a moeda americana recua ante outras divisas emergentes, embora se mantenha perto das máximas em um mês contra uma cesta de moedas mais fortes.


O foco dos agentes se volta para a ata da última reunião de política monetária do Fed, ocorrida em janeiro. Desde então, números de atividade e inflação nos EUA surpreenderam para cima, o que corroborou apostas de que o Fed ainda pode elevar os juros em março. Essa probabilidade tomou fôlego ainda mais com as declarações recentes de dirigentes do BC americano.


Aqui, o Banco Central faz novo leilão de rolagem de 6 mil contratos de swap cambial tradicional, na penúltima operação do vencimento março. A expectativa é que o BC retire até o fim de fevereiro o equivalente a US$ 4,25 bilhões do mercado de câmbio ao deixar vencer uma parcela importante dos swaps cambiais vincendos no começo de março. O lote de swaps a vencer no começo de março soma quase US$ 7 bilhões.


Confirmado esse enxugamento de liquidez, será a primeira redução expressiva do estoque de swaps desde outubro. A mudança de estratégia ocorre num mês em que o dólar se aproximou da marca de R$ 3,00.


O mercado aguarda ainda a decisão de política monetária do BC. A aposta majoritária do mercado é de corte de 0,75 ponto percentual, fortalecida nesta manhã pelo IPCA-15 de fevereiro mais alto que o esperado. O mercado sustenta um posicionamento alternativo menor para uma redução de 1 ponto.


Analistas que estimam desvalorização do real até o fim do ano citam com frequência a expectativa de redução do diferencial de juros a favor da moeda brasileira como fator.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos