Bolsas

Câmbio

Juros futuros e dólar operam em queda de olho na cena política

O dólar e os juros futuros estendem a queda pela segunda sessão consecutiva. O tom dos mercados é ditado, mais uma vez, pelo cenário político. Operadores apontam que o sentimento está ligeiramente mais positivo com o cenário, abrindo caminho para alguma redução do prêmio de risco. No entanto, diante do ambiente tumultuado em Brasília, os movimentos nos ativos são ainda delicados e não indicam uma grande mudança de rumo.


Por volta das 9h50, o dólar comercial cedia 0,27%, cotado a R$ 3,2580, tendo registrado mínima em R$ 3,2490.


O contrato futuro para junho, por sua vez, perdia 0,58%, a R$ 3,2585, após recuar até R$ 3,2550.


A base aliada do governo conseguiu ontem dar por lido o relatório da proposta trabalhista. Agora, o texto poderá ser votado na próxima sessão na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, na semana que vem. Depois, irá para outras duas comissões, antes de chegar ao plenário. O avanço da medida, entretanto, teve seus obstáculos uma vez que a sessão foi marcada por empurrões e xingamentos entre os parlamentares, sinalizando o nervosismo com a situação atual do país.


Também repercutem no mercado as notícias de articulações políticas para uma possível sucessão na Presidência, por meio de eleições indiretas. Por ora, apesar da falta de consenso sobre a melhor solução para crise política, os nomes ventilados para o Planalto são vistos como favoráveis ao mercado e ao andamento das reformas.


No mercado de renda fixa, o DI janeiro/2018 cai a 9,545%, ante 9,605% no ajuste anterior, e o DI janeiro/2019 recua a 9,700%, ante 9,890% na mesma base de comparação. Já o DI janeiro/2021 opera a 10,800%, ante 11,030%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos