Dilma diz que golpe deixou país nas mãos de presidente denunciado

A ex-presidente Dilma Rousseff afirmou nesta terça-feira que a acusação de corrupção ao presidente Michel Temer é fruto de um golpe que a tirou do poder. "Eis o resultado do golpe de 2016: o país está nas mãos do único presidente da história denunciado por corrupção", disse Dilma em nota.


A ex-presidente acusa partidos, imprensa e empresários de ter conhecimento do grupo que tomou o poder após seu impeachment. "A grande mídia, o PSDB, os adeptos do Pato Amarelo [indicando a Fiesp] conheciam a conduta do grupo que assaltou o Palácio do Planalto e são responsáveis diretos por sua ascensão ao poder", declarou.


Dilma voltou a afirmar que o impeachment que lhe tirou o mandato em 2016 não apontou crime de responsabilidade. "O impeachment sem crime de responsabilidade foi a ponte dos perdedores sobre a democracia para o desmonte do país", declarou.


Temer foi denunciado na segunda-feira pela Procuradoria Geral da Repúblicapor cometer corrupção, que enviou a denúncia ao Supremo Tribunal Federal. Temer também é investigado por obstrução de Justiça e organização criminosa e pode ter de enfrentar novas denúncias.



.




Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos