Bolsas

Câmbio

Juros futuros ficam perto da estabilidade, em dia de baixo volume

O mercado de contratos de juros futuros teve um dia fraco nesta segunda-feira, a caminho de registrar o menor giro de negócios em três semanas. As taxas, de forma geral, orbitaram o ajuste do fim da semana passada, sem grandes motivos para mudança significativa de apostas.


Os juros mais curtos seguiram atribuindo quase 100% de chance de corte de 1 ponto percentual da Selic no encontro do Comitê de Política Monetária (Copom) na terça e quarta-feira. Surpresas benignas com as leituras de inflação, sinais ainda fracos da atividade, câmbio comportado, exterior benigno e alguma trégua no campo político levaram o mercado a colocar a maior parte das fichas na manutenção do ritmo de distensão monetária.


Ao fim do pregão regular, às 16h, o DI janeiro/2018 - que reflete apostas para o patamar da Selic ao fim de 2017 - cedia a 8,520% (8,535% no ajuste anterior).


O DI janeiro/2019 operava estável, a 8,400%.


Entre as taxas de médio e longo prazos, as poucas variações também deram o tom.


O DI janeiro/2021 tinha taxa de 9,450% (9,440% no ajuste anterior).


E o DI janeiro/2023 mostrava estabilidade em 9,950%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos