Bolsas

Câmbio

Fitch rebaixa rating de debêntures do aeroporto de Viracopos

A Fitch Ratings rebaixou, nesta segunda-feira, os ratings nacionais de longo prazo das quatro séries da primeira emissão de debêntures da Aeroportos Brasil - Viracopos S.A. (Viracopos), que totalizam R$ 300 milhões de 'CCC' para 'C'.


O rebaixamento decorre da decisão de sócios da companhia de iniciar um processo amigável de relicitação da concessão do Aeroporto Internacional de Viracopos, localizado em Campinas (SP). A decisão foi tomada em assembleia geral extraordinária de acionistas realizada no dia 28 de julho.


O rebaixamento também reflete a incapacidade de Viracopos pagar a outorga fixa de 2017, que venceu em junho, e a baixa probabilidade e o pequeno incentivo a suporte de dois de seu quatro acionistas.


A UTC Participações recentemente pediu recuperação judicial e a Triunfo Participações e Investimentos, recuperação extrajudicial. Estes fatos acionaram a clásula de vencimento antecipado das debêntures, que pode levar ao resgate da emissão antes do prazo previsto.


A Fitch entende que a capacidade de pagamento de Viracopos é limitada e, portanto, não espera cumprimento das obrigações financeiras da companhia, incluindo a outorga fixa vencida. A agência também acredita que os acionistas não têm incentivo para suportar a empresa, dada a decisão de iniciar um processo amigável de relicitação.


Viracopos é a concessionária do aeroporto internacional de mesmo nome, localizado na região metropolitana de Campinas. O consórcio é formado por TPI, UTC e Egis Airport Operation, com 51%, e pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), com 49%. A concessão tem prazo de 30 anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos