Bolsas

Câmbio

Vendas diretas recuam no primeiro semestre

O mercado brasileiro de vendas diretas recuou 2,73% no primeiro semestre deste ano, na comparação com igual período de 2016. Segundo dados divulgados nesta sexta-feira (25) pela Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (Abevd), o segmento movimentou R$ 20,9 bilhões de janeiro a junho.


O número de revendedores também caiu, mas o percentual foi menor, de 1,8% no semestre, para 4,19 milhões de pessoas.


Segundo a Abevd, o setor sentiu o impacto da economia ainda fraca nos seis primeiros meses deste ano.


As categorias mais vendidas pelo modelo de vendas diretas são cosméticos, vestuário, alimentos e utilidades domésticas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos