Bolsas

Câmbio

Juros futuros longos têm viés de queda com aprovação da TLP

Num pregão de volume de negócios abaixo da média do mês, os juros futuros tiveram oscilações bastante moderadas. As taxas curtas ficaram mais perto da estabilidade, enquanto as longas contrariaram o padrão recente e mostraram viés de queda.


A exatamente uma semana da decisão de política monetária, as apostas embutem corte de 1 ponto percentual da Selic no próximo dia 6 e taxa básica perto de 7,25% ao fim do ano. O IGP-M de agosto, divulgado hoje, pode não ter estimulado mais vendas de taxas de prazos curtos, mas tampouco alterou o cenário de que a Selic atingirá e possivelmente renovará sua mínima histórica testada em 2012 e 2013.


Depois de dias, a Câmara dos Deputados aprovou a medida provisória que cria a TLP, taxa que substituirá a TJLP em financiamentos do BNDES. A TLP aproximaria o custo dos empréstimos aos preços de mercado, reduzindo o subsídio implícito. O texto-base segue agora para o Senado Federal. A expectativa é que a proposta seja votada na terça-feira, véspera do fim do prazo de validade da medida.


Os dados do setor público consolidado abriram espaço para algumas vendas de taxa nos vencimentos mais dilatados. O Banco Central informou que o déficit primário do setor público ficou em R$ 16,138 bilhões em julho. É o pior para o mês de toda a série histórica.


Ao fim do pregão regular, às 16h, o DI janeiro/2021 cedia a 9,260% (9,300% no ajuste de ontem). O DI janeiro/2023 recuava para 9,900% (9,930% no ajuste anterior).


O DI janeiro/2019 caía a 7,760% (7,780% no último ajuste). E o DI janeiro/2018 tinha taxa de 7,810% (7,815% no ajuste anterior).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos