Bolsas

Câmbio

Oi diz que negociações com TPG e China Telecom ainda estão no início

O diretor de finanças corporativas e de relações com investidores da Oi, Ricardo Malavazi, afirmou nesta sexta-feira (22) que as negociações com a TPG e a China Telecom são confidenciais e preliminares. Segundo ele, nenhuma decisão foi tomada.


O executivo também não descartou a possibilidade de que os grupos participem de aumento de capital previsto no plano de recuperação da empresa de telefonia, que será apresentado no dia 27 de setembro.


"Há um acordo de confidencialidade para analisar troca de dados para avaliação de possíveis negócios, mas ainda estamos muito no início. A perspectiva de curto prazo para qualquer decisão é muito preliminar ainda. A gente já teve outras iniciativas neste sentido, mas nada que seja firme e que a empresa considere relevante para se posicionar", afirmou Malavazi, quando questionado sobre este possível aporteem reunião da Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec),no Rio.


Segundo ele, a Oi "gera interesses, gera atratividade".


O executivo não descartou a possibilidade de que os grupos participem do aumento de capital previsto no plano de recuperação judicial, que pode chegar a US$ 8 bilhões.


"É uma possibilidade, estamos no campo das possibilidades, sim, é possível", disse, quando questionados por jornalistas. Discussões com a China Telecom não necessariamente precisam estar previstas no plano de recuperação judicial, afirmou. "Está programado um aumento de capital, se o conselho decidir colocar isso, será apresentado. A China Telecom tem um ritmo. Dificilmente isso vai acontecer até o dia 27", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos