Bolsas

Câmbio

IGP-DI acelera alta para 0,62% em setembro, aponta FGV

Puxada pelos custos mais altos ao produtor, a inflação medida pelo Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) acelerou para 0,62% em setembro, após ficar em 0,24% um mês antes. Ainda assim, o indicador acumula queda no ano, de 2,03%, e em 12 meses, de 1,04%.


De acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV), o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) avançou de 0,26% em agosto para 0,97% um mês depois. As pressões foram disseminadas nos três estágios da produção, com alta de 0,30% nos bens finais, de 1,39% em bens intermediários e de 1,34% nas matérias-primas brutas.


Entre os bens finais, a principal influência foi dos alimentos in natura, que reduziram o ritmo de baixa (de -5,41% para -2%). Nos intermediários, puxaram os materiais e componentes para a manufatura (-0,40% para 0,71%). Já entre as matérias-primas pesaram a soja (-4,10% para 2,39%), o milho (-0,16% para 9,39%) e os bovinos (3,94% para 7,48%).


O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) caiu 0,02% em setembro, após elevação de 0,13% um mês antes. Das oito classes de despesa, a maior contribuição foi de habitação (0,23% para -0,40%), puxada por tarifa de eletricidade residencial (1,32% para -3,31%). Transportes subiram menos (1,46% para 0,50%) e comunicação mudou de rumo (0,05% para -0,02%).


Alimentação suavizou o ritmo de recuo (-0,83% para -0,48%). Já educação, leitura e recreação registraram alta mais expressiva (0,13% para 0,50%), assim como vestuário (0,12% para 0,64%), despesas diversas (0,10% para 0,35%) e saúde e cuidados pessoais (0,21% para 0,27%).


Por sua vez, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) subiu 0,06% em setembro, depois de aumentar 0,36% um mês antes. O índice relativo a materiais, equipamentos e serviços registrou alta de 0,24%. O índice que representa o custo da mão de obra teve queda de 0,08%.


[module:valor_wysiwyg|src:sites/default/files/infograficos/Brasil/IGPDI/IGPDI_setembro2017_1092.html|width:100%|height:1092]

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos