PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Vendas caem e lucro sobe na Electrolux no trimestre

27/10/2017 12h12

A fabricante de eletrodomésticos Electrolux informou nesta sexta-feira (29) que suas vendas líquidas caíram 5% no terceiro trimestre, para 29,3 bilhões de coroas suecas ? em termos orgânicos, a queda foi de 3,2%.


O lucro operacional subiu 7,3%, para 1,96 bilhão de coroas suecas. O valor superou as estimativas da maioria dos analistas, que projetava média de 1,9 bilhão de coroas suecas, informou a "Reuters".


O lucro líquido da companhia aumentou de 1,26 bilhão de coroas suecas para 1,43 bilhão, 13,4% acima do apurado no ano passado. A margem de lucro antes de juros e impostos passou de 5,9% para 6,7%.


Brasil


Em teleconferência com analistas, ocomando da Electrolux informou que a demanda na América Latina "continua a se recuperar", com ganhos de volume no Brasil, Chile e Argentina, segundo Jonas Samuelson, presidente do grupo.


"A América Latina entregou crescimento orgânico pela primeira vez desde o segundo trimestre de 2015 e os ganhos continuam a crescer sustentados por melhorias em eficiência e custos".


A companhia disse que "ações para melhorar rentabilidade estão em processo de acordo com o plano" na América LAtina.


Samuelson mencionou para analistas a aquisição da marca Continental no país, que pertencia à Mabe, sem fazer referência, porém, à marca Dako, também adquirida, e não citada oficialmente nos materiais comunicados ao mercado. As duas marcas foram adquiridas em leilão da massa falida da Mabe no Brasil em outubro, segundo informou os administradores da massa falida.


Circulam informações no mercado nesta semana de que a empresa pode não usar a marca Dako e aposentá-la, apurou oValor.


Na América Latina, as vendas subiram 4,1%, para 4,13 bilhões de coroas suecas. O lucro operacional passou de 19 milhões de coroas para 77 milhões. A empresa não informa no material ao mercado valores de vendas ou lucro no país.