Bolsas

Câmbio

Dólar acelera queda em meio a debate sobre reforma da Previdência

O dólar futuro ampliou ligeiramente a queda nesta quarta-feira, após declarações do relator da reforma da Previdência na Câmara, deputado Arthur Maia (PPS-BA). Na BM&F, o dólar para dezembro cedia 0,53%, a R$ 3,2635, de -0,46% antes do início da coletiva.


No mercado à vista, a taxa fechou com queda de 0,35%, a R$ 3,2634. Na reta final do pregão, as compras ganharam alguma força, levando a cotação para perto das máximas do dia.


O movimento é típico de busca por mais proteção, que desta vez se justificava pela ansiedade antes da coletiva de imprensa do relator da reforma da Previdência na Câmara, deputado Arthur Maia (PPS-BA), que acabou de começar.


Maia criticou os altos valores da aposentadoria do funcionalismo público. O relator já disse que haverá reuniões amanhã e que o governo parece disposto a fazer concessões. Maia falou ainda sobre votar a reforma até 15 de dezembro.


Os ruídos em torno da reforma da Previdência se acentuaram nesta semana depois de o presidente Temer admitir que a proposta pode não ser votada em seu governo. Ontem, Temer minimizou, junto a senadores, o peso de suas declarações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos