Bolsas

Câmbio

Mercado prevê inflação menor em 2017 e 2018

Os economistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) para a sua pesquisa semanal Focus ajustaram para baixo suas expectativas para o resultado do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).


A mediana das expectativas para o avanço do IPCA nos próximos 12 meses saiu de 4,02% para 3,98% entre um levantamento e outro. Para 2017, as projeções para a inflação resultaram num ajuste de 3,09% para 3,06%. No caso de 2018, houve uma leve alteração, de 4,03% para 4,02%.


Com isso, as estimativas para a taxa básica de juros, Selic, foram mantidas em 7% tanto no fim de 2017 quanto em 2018.


Outra mudança significativa das projeções se deu na estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2018, que passou de 2,51% para 2,58%. Para este ano, a aposta permanece sendo de expansão de 0,73%, mantida já há cinco semanas.


Entre os economistas que mais acertam as previsões, o chamado Top 5, no entanto, a estimativa de médio prazo para o aumento do IPCA passou de 3,03% para 3,10% em 2017 e de 3,95% para 4% em 2018. Para a Selic, as estimativas do grupo ficaram em 7,00% para 2017 pela 13ª semana e em 6,50% para 2018 pela terceira semana.


As expectativas para o dólar no fim de 2017 e 2018 foram mantidas em R$ 3,25 e R$ 3,30, respectivamente entre os economistas em geral e em R$ 3,15 e R$ 3,20 pelo Top 5.


Quanto à produção industrial, a projeção segue sendo de expansão de 2% em 2017. Para 2018, a estimativa foi revista, de 2,96% para 2,90% de crescimento.


[module:valor_wysiwyg|src:sites/default/files/infograficos/Brasil/FOCUS/FOCUS_24novembro2017_1220.html|width:100%|height:1220]

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos