Vendas de supermercados no Rio vão cair 1% neste ano, prevê associação

O Estado do Rio de Janeiro vai fechar o ano com queda de 1% no volume de vendas nos supermercados, já descontada inflação, de acordo com a Associação de Supermercados do Rio de Janeiro (Asserj). Apesar do recuo, o resultado vai ser melhor do que previsão inicial, de recuo de 2%.


O resultado do setor no Rio vai ficar abaixo do desempenho nacional, mais favorável, admitiu o presidente da associação, Fábio Queiroz. Dados da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) apontaram crescimento de 1,1% nas vendas nacionais de janeiro a setembro. "Foi um ano muito difícil para todos [no Rio de Janeiro]", afirmou, citando a crise econômica do Rio e aumento da violência, o que também reduz fluxo nas lojas.


Considerando apenas o resultado em dezembro, as vendas no Estado do Rio devem ficar estáveis, descontada a inflação. "Para o cenário atual, o resultado é bom", disse o executivo. Por outro lado, o setor precisa de crescimento para mais contratações e reinvestimento, ponderou.


Já para 2018, a entidade vê um aumento no volume de vendas de 2%. Para a Asserj, o consumidor sinaliza estar mais esperançoso neste final de ano, e deve reagir mais positivamente no ano que vem às notícias favoráveis sobre a retomada da economia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos