Por falta de quórum, CCJ encerra reunião sem votar PEC das Diretas

O deputado Marcos Rogério (DEM-RO), que presidiu a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara nesta quarta-feira (29) diante da ausência do titular Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), encerrou a reunião por falta de quórum, deixando de apreciar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que sugere eleições diretas em caso de vacância da Presidência da República, de autoria do deputado Miro Teixeira (Rede-RJ).


A decisão do parlamentar do DEM ocorreu após a verificação da votação do requerimento de adiamento de votação apresentado pelo deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA).


Apenas 8 parlamentares estavam presentes. Para que a reunião não caísse por falta de quórum, era necessária a presença de pelo menos 34 deputados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos