Bolsas

Câmbio

McDonald's questiona Euromonitor sobre dados do Brasil em fast food

A Arcos Dorados, operadora do McDonald's na América Latina, decidiu questionar a consultoria Euromonitor sobre cálculos feitos pela empresa a respeito da participação de mercado do Burger King e do McDonald's no país, apurou o Valor.


Esses números têm sido repetidos em relatórios de corretoras para clientes a respeito da decisão de investimento no país do Burger King, controlado pelo3G capital.


O questionamento ocorre dias antes da definição do preço da ação do Burger King no Brasil, valor que deve ser fechado amanhã (14), quando será possível determinar o montante a ser movimentado na oferta pública inicial de ações (IPO, da sigla em inglês). O início das negociações das ações na bolsa deve ocorrer na segunda-feira (18) que vem.


Segundo fonte, a Arcos Dorados já encaminhou pedido de esclarecimento à Euromonitor, que respondeu que deve se posicionar amanhã.


A Arcos Dorados não comenta o assunto. A Euromonitor preferiu não se manifestar.


No material da consultoria, a Euromonitor calcula que a participação de mercado do Burger King, de 8% das vendas em 2011 (quando a rede entrou no país) foi a 31,6% no fim de 2016. Nesse mesmo período, a participação do McDonald's no Brasil caiu de 76,1% para 52,2%.


Nos cálculos da Arcos Dorados, considerando essas fatias de mercado, de 52,2% da Arcos e de 31,6% do Burger King, a relação entre as empresas era de 1,7 vezes em 2016. No entanto, ao se comparar as vendas de cada companhia (número base para a definição de participação de mercado), a diferença nessa relação é maior.


No Brasil, o McDonald's vendeu no ano passado R$ 6,3 bilhões, enquanto o rival, R$ 1,77 bilhão, ou seja, diferença de 3,6 vezes.


Uma das questões nessas análises é que não há uma associação do setor com dados do mercado brasileiro de "fast food" que seja considerado como crível pelo mercado. E isso torna mais difícil as análise de "market share" das companhias ? um aspecto que tem sido avaliado pelo mercado na decisão de investimento no Burger King.


A oferta inicial de ações do Burger King Brasil deve movimentar entre R$ 1,544 bilhão e R$ 1,917 bilhão, de acordo com informações divulgadas ao mercado. Cada ação será vendida por um preço entre R$ 14,50 e R$ 18.


Amanhã, o Burger King determinará o preço de suas ações. A companhia antecipou para hoje o envio dos pedidos de reserva, sendo que anteriormente eles podiam ser feitos até o dia 14.


(Colaborou Carolina Mandl)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos