PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Dona do limpador Veja, Reckitt vê receita crescer 23% no 1º trimestre

20/04/2018 08h36

A empresa britânica de bens de consumo Reckitt Benckiser informou nesta sexta-feira (20) que a receita apresentou crescimento de 23% no primeiro trimestre, na comparação com o mesmo período de 2017, para 3,1 bilhões de libras esterlinas (US$ 4,4 bilhões).

Desconsiderando efeitos cambiais e de aquisições, a receita da fabricante de remédios sem prescrição, produtos de limpeza e higiene pessoal cresceu 2%. Segundo a companhia, dona do limpador Veja, do antigripal Naldecon e dos preservativos Jontex, o crescimento foi puxado pelo avanço de 3% no volume de produtos vendidos.

A receita da divisão de produtos de saúde, que representa 62% da receita líquida total, somou 1,9 bilhão de libras esterlinas nos primeiros três meses do ano, alta de 49% em termos absolutos. A alta foi de apenas 1% quando desconsiderados os efeitos do câmbio, que pesaram negativamente em 10%, e das fusões e aquisições, que foram positivos em 58%.

O setor de produtos para higiene doméstica teve receita de 1,2 bilhão de libras esterlinas, alta de 3% em termos absolutos e 2% quando excluídos o câmbio e fusões e aquisições. A Reckitt Benckiser atribuiu o desempenho à melhora na execução de estratégias de identificação de tendências dos consumidores, aumento das vendas dos produtos de limpeza Lysol nos Estados Unidos e da comercialização de novos produtos das marcas Finish e Air Wick.

Para o acumulado do ano, a empresa espera que a receita cresça entre 13% e 14%. Excluindo efeitos pontuais, o avanço deve ficar entre 2% e 3%.