Bolsas

Câmbio

IGP-M acelera alta para 1,75% na segunda prévia de junho

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) aumentou 1,75% na segunda prévia de junho, informa a Fundação Getulio Vargas (FGV). Um mês antes, o avanço tinha sido de 1,20%.

Com peso de 60% no IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) avançou de 1,71% na parcial de maio para 2,24% no segundo decêndio de junho. Na análise por estágios de processamento, os Bens Finais foram de alta de 0,18% para 2,17% enquanto osBens Intermediários passaram de 2,50% para 2,41%.As Matérias-Primas Brutas saíram de acréscimo de 2,63% para 2,10% entre uma leitura e outra.

Com peso de 30%, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) aumentou 0,99% no segundo decêndio de junho, ante 0,20 em mesmo período do mês anterior. Das oito classes de despesa componentes do índice, a principal contribuição partiu do grupo Alimentação (0,04% para 1,47%), que foi influenciado pelo movimento das hortaliças e legumes (4,84% para 14,21%). Transportes deixaram queda de 0,18% para elevação de 1,38%.

Com os 10% restantes do IGP, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) teve alta de 0,48% no segundo decêndio de junho. No mês anterior, este índice havia subido 0,44%. O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços avançou 0,41%, menos do que na parcial de maio, quando verificou elevação de 0,66%. O índice que representa o custo da Mão de Obra subiu 0,54%, ante 0,26% no mês anterior.

Para o cálculo dessa prévia, foram comparados os preços coletados no período de 21 de maio a 10 de junho de 2018 com os preços coletados no período de 21 de abril a 20 de maio de 2018.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos