ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Pressão externa deixa Ibovespa volátil

25/06/2018 13h56

(Atualizada às 15h59)O Ibovespa se mantém acima dos 70 mil pontos, mas em movimento volátil, entre pequenas altas e quedas, afetado pelo clima negativo que se vê no exterior.

Às 15h59, o índice operava em alta de 0,03%, aos 70.662 pontos, depois de ter ido à máxima nos 71.323 pontos (+0,97%) e à mínima nos 69.779 pontos (-1,22%) numa única sessão. O giro financeiro é de R$ 4,7 bilhões.

Segundo Pedro Galdi, analista de investimentos da corretora Mirae, o Ibovespa "voltou à realidade" do ambiente de risco que predomina no cenário doméstico e externo, com as bolsas da Ásia, Europa e Estados Unidos todas em queda hoje.

"A preocupação com as tensões comerciais [entre China e Estados Unidos] continuam preocupando porque o impacto seria grande globalmente e [o presidente americano, Donald] Trump não atenuou seus discursos, ao contrário", afirma. "A renda variável reflete riscos e é esse o ambiente em que estamos."

O ambiente de preocupação no exterior é o que explica a queda de papéis mais propensos à realização de lucros, caso de Vale (-2,40%) e siderúrgicas, enquanto o ambiente doméstico difuso continua forçando a saída de alguns bancos e varejistas. Entre as baixas do dia, recuam Bradesco ON (-0,59%), Bradesco PN (-0,88%), Lojas Americanas (-1,95%), B2W (-2,57%) e Gol (-4,24%).

De outro lado, a preferência do investidor por papéis vistos como defensivos, como as elétricas, explicam a alta de Cemig PN (+3,95%) e Equatorial ON (+2,81%) ? maiores ganhos do Ibovespa hoje.

Câmbio

O dólar inicia a semana com leve queda, a R$ 3,77 (queda de 0,29% às 15h59). Apesar de não ter um alívio claro, a oscilação mais contida já é suficiente para deixar o real brasileiro com desempenho mais positivo que outros emergentes.

O contrato futuro para julho caía 0,46%, a R$ 3,7686.

Mais Economia