PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Econoweek

Quebre essas 3 crenças limitantes sobre dinheiro para ser mais rico e feliz

César Esperandio

César Esperandio

César Esperandio é economista com ênfase em planejamento financeiro, com larga experiência no mercado financeiro. Já atuou em setores macroeconômicos de bancos e consultorias, além de ter passado por empresa de pesquisas de mercado. Hoje se dedica exclusivamente ao Econoweek, com foco em investimentos.

09/10/2020 04h00

Com certeza, você já deve ter ouvido alguém falando que "dessa vida, nada se leva" e, por isso, juntar dinheiro não faz sentido se todos vamos morrer. Alguns ainda acreditam que "quem é rico não é feliz".

Essas são só algumas das grandes mentiras sobre dinheiro que ensinam por aí.

Eu sou César Esperandio, economista do Econoweek, a tradução da economia. Agora, vou mostrar as três maiores crenças limitantes sobre dinheiro que quase todo mundo tem e que te impedem de ganhar mais dinheiro e ser mais feliz. Separei as que mais me marcaram, mas que consegui romper e mudei totalmente minha relação com as finanças. No vídeo acima, também dá para assistir a essa discussão.

Quem é rico não é feliz

Essa é uma das crenças mais limitantes que já vi. E o pior é que muita gente realmente acredita nisso.

Não é todo mundo, mas há quem diga que:

  • Quem é rico não é feliz;
  • Trabalha demais;
  • Não aproveita a vida;
  • Vive preocupado;
  • Não tem amigos;
  • E termina a vida sozinho.

Essa são grandes mentiras que te contaram!

Dinheiro não garante felicidade. Mas experimente não ter o suficiente para pagar as contas do mês e me diga qual foi a sensação. É ruim só de imaginar, não é?

A organização financeira faz a gente dormir muito mais tranquilo, e nos ajuda a focar no que de fato importa: nossa família, nossa saúde, nossos planos e nosso desenvolvimento.

No final das contas, se planejar financeiramente possibilita crescimento, realização de sonhos e de objetivos. E tudo acaba fazendo parte de um ciclo.

Aliás, no último artigo, mostramos quais são os tipos de reserva financeira que são aliados ao seu planejamento financeiro.

Quem não faz dívida, nunca tem nada na vida

Essa foi uma das coisas que mais ouvi dos adultos quando era criança. Ainda bem que consegui não incorporar esse "aprendizado" às avessas.

Segundo essa crença, se você não se endividar para pagar as parcelas de um celular, de um carro, de uma casa, ou qualquer outra coisa, nunca vai conquistar nada.

Por trás disso, está escondida a desorganização financeira de muita gente que não tem controle de quanto gasta e de o que compra ao longo do mês.

Assim, se endividar é uma maneira de canalizar o dinheiro para alguma coisa que gostaria de ter, mas não tem disciplina para economizar e juntar o dinheiro para comprar. Se dá para pagar a prestação de qualquer coisa, também dá para economizar e investir.

Mas a gente sabe que compras maiores muitas vezes precisam ser parceladas ou até financiadas.

Ninguém leva dinheiro para o caixão

Essa fala é outra que mostra uma crença limitante que é muito disseminada por aí. E muita gente expande esse raciocínio também para seguros, como "você paga seguro para não usar".

Muita gente, de uma vez só, usa essas duas falsas desculpas para gastar mais do que deve, sem nunca construir nenhuma reserva durante a vida. O que talvez nem todos saibam é que um seguro de vida pode ser usado em vida.

Isso mesmo! O seguro pode te proteger e te apoiar financeiramente em casos de diagnósticos de doenças graves, caso precise ficar internado por alguns dias, se machucar ou até passar por um procedimento cirúrgico emergencial, como uma retirada de apêndice.

O que fazer com o dinheiro economizado?

Agora que você já pode romper várias dessas crenças limitantes, é importante usar esse dinheiro com inteligência financeira. Por isso, separamos algumas dicas básicas de como criar colchões de segurança e ficar cada vez mais protegido financeiramente:

  • A MetLife oferece seguros para situações como a perda de emprego involuntária e redução de renda, que foram comuns durante essa crise;
  • Quer encontrar os títulos de renda fixa com os melhores retornos? O App Renda Fixa é um aplicativo que mostra todas as opções de investimentos, disponíveis em todas as corretoras, depois que você informar quanto quer investir e por quanto tempo;
  • Há ainda investimentos de renda fixa alternativos, tais como os CCBs da MatchMoney, com selo de segurança da ABFintechs e rendimentos que chegar a ser seis vezes mais que o Tesouro Selic;
  • A corretora Toro dispõe de uma maneira de investir em ações sem precisar do home broker, que muitas vezes é um "complicômetro" para quem ainda não está habituado com a Bolsa, além de não cobrar taxa de corretagem na compra e venda de ações.

O que você acha? Conte aqui nos comentários.

Também dá para falar com a gente em várias de nossas redes sociais, como nosso canal do YouTube, Instagram e nossos podcasts no Spotify. A gente sempre compartilha muito conhecimento sobre economia, finanças e investimentos. Afinal, o conhecimento é sempre uma saída!