PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Econoweek

4 dicas para achar boas promoções na Black Friday

Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone é economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

24/11/2020 04h00

Você já sabe o que vai comprar na Black Friday 2020? O dia anual de promoções acontece nesta sexta-feira, 27 de novembro, e promete movimentar bastante o comércio, já que as pessoas se acostumaram a comprar pela internet mesmo itens básicos como alimentos de mercado.

Após falar de oito dicas básicas para economizar na Black Friday e Natal, a coluna reuniu abaixo quatro recomendações para conseguir achar promoções boas e verdadeiras.

1. Ative as notificações das lojas

Se inscreva para receber as notificações das lojas que você já está de olho. Isso vale tanto para newsletters com as promoções do dia, como para as publicações nas redes sociais.

Há lojas que anunciam ofertas aos poucos, ao longo do dia. Há também aquelas que fazem promoções relâmpago. Na dúvida, se cadastre.

2. Grupos de WhatsApp e Telegram

Em tempos de tecnologia cada vez mais presente no nosso dia a dia, minha sugestão é ficar de olho em grupos de WhatsApp ou Telegram específicos de promoções para ser notificado assim que as ofertas acontecerem. Um cuidado é procurar grupos de lojas e empresas conhecidas para não cair em nenhum link falso ou de fraude, já que há mais golpes virtuais nessa época.

3. Acompanhe o que outras pessoas comentam sobre a promoção

Atualmente há sites e empresas específicas que fazem o acompanhamento de promoções. Há desde comparadores de preços como o Comparaí, até a comunidade Promobit, na qual usuários cadastram promoções, a equipe da empresa checa se é verdade com base no histórico de preços e compartilha as ofertas que passam pelo filtro.

É interessante ficar de olho na comunidade ou mesmo no anúncio da oferta para verificar se as pessoas estão gostando da promoção ou falando se encontraram o mesmo item por um valor menor.

4. Cuidado com alguns sites

Desconfie se a promoção estiver muito barata, porque além do risco de golpes, a venda pode envolver um produto falso. Eu mesma, no começo da quarentena, comprei um tênis de R$ 500 por R$ 150 (conto no vídeo acima).

Tenha certeza de comprar de lojas confiáveis. O Procon reúne uma lista de sites a serem evitados.

Também fizemos um conteúdo explicando como economizar e ainda investir na Black Friday.

Se você quer ter indicação de produtos e ver algumas das ofertas desta Black Friday, veja também a área de itens recomendados pelo UOL para compra.

Comente abaixo o que você vai comprar neste fim de ano. Se preferir, deixe um comentário ou tire sua dúvida pelo nosso canal do YouTube e Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.