IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Ibovespa hoje: Com recuo da inflação, mercado aposta em queda dos juros

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

26/04/2023 10h00

Esta é a versão online da newsletter Por Dentro da Bolsa enviada hoje (26). Quer receber antes o boletim e diretamente no seu email? Clique aqui. Os assinantes UOL ainda podem receber dez newsletters exclusivas toda semana.

Os investidores avaliam os dados do IPCA-15, divulgados nesta quarta-feira (25). O índice, considerado a prévia da inflação oficial, teve desaceleração expressiva em abril, ficando pouco acima de 4% em 12 meses, abaixo do teto da meta. Com isso, aumentam as apostas em um corte na taxa de juros brasileira.

No âmbito fiscal, o STJ começa a julgar um caso que pode elevar a tributação de algumas grandes empresas. O caso avalia se é possível excluir benefícios tributários da base de cálculo, o que teria um impacto relevante sobre as contas públicas.

À tarde, os investidores aguardam balanço da Vale pós-fechamento. É esperado um relatório frustrante de produção, que só não produzirá tantas perdas pois a cotação do minério de ferro está em alta, após cinco quedas seguidas.

Nos EUA, os índices futuros amanhecem mistos. O S&P futuro tem leve alta — ontem, o índice fechou com a maior queda em um mês, impactado pela crise nos bancos regionais, puxada principalmente pelo First Republic Bank.

Na Europa, as Bolsas operam em baixa, dando continuidade ao clima de cautela com resultados das empresas. O Nasdaq futuro sobe mais de 1% com balanços positivos de Alphabet (Google) e Microsoft. Ainda hoje, após o fechamento do mercado, será divulgado o balanço da Meta (Facebook).

O petróleo sobe junto com outras commodities e recupera pequena parte da forte queda de terça-feira. A baixa foi causada por receios sobre a economia chinesa. O minério de ferro tem sua primeira alta em seis dias, após cair brevemente abaixo de US$ 100.

Empresas

Equatorial: aprovou aumento do capital social no valor de até R$ 385,2 milhões. Com isso, o capital da companhia passa dos atuais R$ 8.913.868.688,42 para, pelo menos, R$ 8.990.868.688,42, podendo chegar a R$ 9.299.024.562,67. O aumento de capital ocorrerá mediante subscrição privada de até 15.406.235 novas ações ordinárias. O preço de emissão por ação será de R$ 25, com base na média das cotações negociadas entre 10 de março de 2023 e 24 de abril de 2023, com deságio de 7,18%.

**********

Veja como foi o fechamento de dólar, euro e Bolsa na terça (25):

Dólar: +0,47%, R$ 5,065
Euro: -0,2%, R$ 5,556
B3 (Ibovespa): -0,7%, 103.220,09 pontos

**********
NA NEWSLETTER UOL INVESTIMENTOS

A newsletter UOL Investimentos dá dicas sobre como investir R$ 10 mil de acordo com seu perfil (conservador ou arrojado). Veja as opções e entenda qual delas é melhor para você. Para se cadastrar e receber a newsletter semanal, clique aqui.

Queremos ouvir você

Tem alguma dúvida ou sugestão sobre investimentos? Mande sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Mais dicas de investimentos

Viu um investimento que promete dinheiro rápido? Saiba identificar um golpe. Leia mais

Bolsa, FIIs e fundos: saiba o que é renda variável e como reduzir os riscos. Leia mais

Investir em fundos imobiliários é uma boa? Veja a melhor estratégia. Leia mais

Veja passo a passo de como investir no Tesouro RendA+ para aposentadoria. Leia mais

UOL Investimentos

Quanto rendem os R$ 2,88 milhões do prêmio do BBB 23 na renda fixa e Bolsa? Leia mais

Quanto preciso juntar para ter R$ 10 mil por mês e torrar na aposentadoria. Leia mais

As opiniões emitidas neste texto são de responsabilidade exclusiva da equipe de Research do PagBank e elaboradas por analistas certificados. O PagBank PagSeguro e a Redação do UOL não têm nenhuma responsabilidade por tais opiniões. A única intenção é fornecer informações sobre o mercado e produtos financeiros, baseadas em dados de conhecimento público, conforme fontes devidamente indicadas, de modo que não representam nenhum compromisso e/ou recomendação de negócios por parte do UOL. As informações fornecidas por terceiros e/ou profissionais convidados não expressam a opinião do UOL, nem de quaisquer empresas de seu grupo, não se responsabilizando o UOL pela sua veracidade ou exatidão. Os produtos de investimentos mencionados neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão preencher o questionário de suitability para a identificação do seu perfil de investidor e da compatibilidade do produto de investimento escolhido. As informações aqui veiculadas não devem ser consideradas como a única fonte para o processo decisório do investidor, sendo recomendável que este busque orientação independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e podem impactar os portfolios de investimento, causando perdas aos investidores. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros. Este conteúdo não deve ser reproduzido no todo ou em parte, redistribuído ou transmitido para qualquer outra pessoa sem o consentimento prévio do UOL.