PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Cotações

Confusão com Lula ministro: dólar sobe ou cai? Especialistas orientam

Shutterstock
Imagem: Shutterstock

Do UOL, em São Paulo

16/03/2016 15h44Atualizada em 18/03/2016 19h11

Com a conturbada ida do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o ministério do governo Dilma, o que vai acontecer com o dólar?

A nomeação está sendo duramente contestada, com manifestações de rua, e a posse em si enfrenta um vai e vem na Justiça, sendo suspensa e revalidada num curto espaço de tempo. 

Qualquer confusão agita o mercado. O que deve fazer quem precisa comprar a moeda americana para viajar a passeio ou estudar no exterior? Comprar agora ou esperar? E se voltar a subir ao nível de R$ 4? 

Com o dólar variando tanto em meio aos avanços da Operação Lava Jato e ao noticiário político, a situação ficou confusa. 

Para tentar responder a essas perguntas, o UOL conversou com dois analistas: Fernando Bergallo, sócio-diretor da operadora de câmbio FB Capital, e Alexandre Cabral, economista da NeoValue Investimentos. Confira as principais dicas.

O dólar vai subir ou cair?

 
Bolsa de Valores ações - Tony Gentile/Reuters - Tony Gentile/Reuters
Imagem: Tony Gentile/Reuters

Não sabe se compra ou espera? Você não está sozinho. "Ninguém sabe, nem os mais experientes, com 40 anos de mercado, têm a mínima noção do que vai acontecer", diz o sócio-diretor da operadora de câmbio FB Capital, Fernando Bergallo.

"Essa instabilidade está ligada à questão política, ao noticiário, que é algo que a gente não controla", diz Bergallo. "Você não tem uma expectativa sobre emprego ou PIB, algo que possa dar um lastro [uma referência]."

"Tudo vai depender da política", diz o economista da NeoValue Investimentos Alexandre Cabral.

Vou viajar. Compro dólar agora ou espero cair?

Notas de dólar  - Shutterstock - Shutterstock
Imagem: Shutterstock

Para quem tem viagem marcada para daqui um ou dois meses, vale a velha dica de comprar um pouco em cada dia, para tentar fazer um preço médio. "Em meio a essa instabilidade, fazer um preço médio já é um bom negócio", diz Bergallo.

Vai viajar daqui a dois meses? "A única recomendação: compra um terço agora, um terço em 30 dias e um terço na véspera da viagem", afirma Bergallo. "Conta o tempo que falta, divide em três e compra fracionado. Não olha no retrovisor, não olha no noticiário."

Cabral dá um conselho semelhante. "Vai viajar daqui a um mês? Compraria metade hoje e metade na véspera da viagem."

Vale a pena esperar sair notícia ruim para o governo?

Dilma faz cara feia - Ueslei Marcelino/Reuters - Ueslei Marcelino/Reuters
Imagem: Ueslei Marcelino/Reuters

O mercado festeja quando há notícia ruim para o governo, com a Bolsa subindo e o dólar caindo. Será, então, que não vale a pena esperar para comprar dólar num dia em que sair notícia ruim para o governo?

A resposta é não, para os dois analistas. Para Cabral, "não vale a pena tentar ficar jogando".

Para Bergallo, "não faz sentido tentar eleger o melhor momento ou achar uma oportunidade". "É leviano".

"Não tem nenhum preço que você diga 'se chegar nesse valor, pode comprar'. Não tem mais piso nem teto", diz. “Muitas vezes, o caro de hoje vira o barato de amanhã, e vice-versa."

Cotações