Dólar sobe e acumula alta de 3,85% em quatro sessões, cotado a R$ 3,337

Do UOL, em São Paulo

dólar comercial fechou esta quarta-feira (6) em alta de 1,09%, cotado a R$ 3,337 na venda. Foi o quarto avanço seguido da moeda norte-americana, que havia subido 1,11% na véspera.

Com isso, o dólar acumula valorização de 3,85% nas quatro últimas sessões, desde 1º de julho. No ano, no entanto, a moeda tem queda acumulada de 15,48%.

Pessimismo no exterior

No exterior, o clima era de pessimismo, a exemplo do que aconteceu na véspera. Preocupações com possíveis impactos econômicos da decisão britânica pela saída da União Europeia novamente levavam investidores a evitarem aplicações de alto risco.

"O mau humor de ontem atravessou a noite e segue firme para a sessão desta quarta-feira", escreveram analistas da corretora H.Commcor em nota a clientes.

Atuação do BC

No Brasil, o Banco Central voltou a atuar no mercado de câmbio, pela quarta sessão seguida. O BC vendeu 10 mil contratos de swap reverso, que equivalem à compra futura de dólares.

O BC não fazia esse tipo de intervenção há mais de um mês, mas retomou o instrumento na semana passada após o dólar marcar a maior queda mensal em 13 anos em junho, embalado pelo otimismo cauteloso dos investidores com o Brasil.

"A atuação repetida [do BC], mas com lotes pequenos, é um sinal claro de que o mercado exagerou quando levou o dólar para patamares tão baixos", disse à agência de notícias Reuters o operador da corretora B&T Marcos Trabbold.

O ritmo de intervenção, no entanto, é lento em comparação com a postura adotada pelo BC sob o comando de Alexandre Tombini, que antecedeu Ilan Goldfajn como presidente da instituição.

Meta fiscal

Investidores aguardavam, ainda, a definição da meta fiscal para 2017. A expectativa é que o rombo primário projetado para o ano que vem fique abaixo dos R$ 170 bilhões previstos para este ano, mas há discordâncias dentro do governo sobre a estimativa exata.

Diante da indecisão em relação à meta do ano que vem, investidores preferiram adotar estratégias defensivas até a divulgação do número oficial pelo governo interino, o que deve acontecer amanhã.

Receba notícias do UOL Economia pelo WhatsApp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? Primeiro, adicione este número à agenda do seu telefone: +55 (11) 96492-6379 (não esqueça do "+55"). Depois, envie uma mensagem para este número por WhatsApp, escrevendo só: grana10

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos