Bolsas

Câmbio

Petrobras

Petrobras perde R$ 13,22 bilhões em valor de mercado em um único dia

Do UOL, em São Paulo

A soma do valor de mercado das empresas com ações negociadas na Bovespa caiu R$ 71,6 bilhões em apenas um dia, na quinta-feira (10). A Petrobras (PETR3PETR4), sozinha, perdeu R$ 13,22 bilhões.

O valor de mercado de uma empresa é calculado multiplicando o preço de cada ação pela quantidade de ações em circulação.

Na quarta-feira, as empresas da Bolsa valiam, juntas, R$ 2,465 trilhões. No dia seguinte, esse valor caiu em R$ 71,63 bilhões, ou 2,91%, para R$ 2,393 trilhões.

O levantamento da consultoria Economatica foi divulgado nesta sexta-feira (11).

Na quinta, dia da desvalorização, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em queda de 3,25%, a maior em dois meses. O resultado foi afetado pela incerteza diante da eleição do republicano Donald Trump para a Presidência dos Estados Unidos e por preocupações sobre o futuro político do presidente Michel Temer.

Valor da Petrobras cai 5,77%

O valor de mercado da Petrobras caiu 5,77%, passando de R$ 229,099 bilhões para R$ 215,884 bilhões. A queda ocorreu antes da divulgação do balanço da empresa, que mostrou prejuízo de R$ 16,5 bilhões no terceiro trimestre, o terceiro maior da sua história.

Com a perda da petroleira, o valor de mercado do setor de petróleo e gás na Bovespa caiu 5,43% (R$ 13,2 bilhões).

Mas o setor não foi o que teve o pior desempenho. Os bancos perderam ainda mais, em números absolutos, com recuo de R$ 31,6 bilhões (-5,38%).

Já em relação à queda percentual, o setor de serviços educacionais, que inclui universidades particulares, se saiu pior, com perda de 8,09% no valor de mercado (R$ 2,72 bilhões).

Veja as cinco empresas que mais perderam valor de mercado entre 9/11/2016 e 10/11/2016, em números absolutos:

1) Petrobras (PETR3PETR4): de R$ 229,099 bilhões para R$ 215,884 bilhões (queda de R$ 13,215 bilhões);

2) Bradesco (BBDC4): de R$ 173,03 bilhões para R$ 159,87 bilhões (queda de R$ 13,16 bilhões);

3) Itaú Unibanco (ITUB4): de R$ 223,315 bilhões para R$ 213,176 bilhões (queda de R$ 10,14 bilhões);

4) Banco do Brasil (BBAS3): de R$ 75,968 bilhões para R$ 71,095 bilhões (queda de R$ 4,873 bilhões);

5) Santander (SANB11): de R$ 99,17 bilhões para R$ 96,043 bilhões (queda de R$ 3,127 bilhões).

Valor da Vale sobe 7,75%

De 26 setores, os únicos que ganharam valor foram mineração, papel e celulose, siderurgia e metalurgia e veículos e peças.

O valor de mercado da Vale (VALE3VALE5), que foi destaque na Bolsa na quinta, subiu 7,75%, passando de R$ 124,919 bilhões para R$ 134,595 bilhões.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos