Bolsas

Câmbio

Bolsa fecha em baixa de 1,86%, na 2ª queda seguida; BB tomba mais de 4%

Do UOL, em São Paulo

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta quinta-feira (4) em queda de 1,86%, a 64.862,60 pontos. É a segunda baixa seguida da Bolsa, que havia caído 0,94% na véspera.

O resultado foi influenciado, principalmente, pelo desempenho negativo das ações da mineradora Vale e da Petrobras, que caíram mais de 3%, e dos bancos. O Banco do Brasil despencou mais de 4%.

Por outro lado, as ações da Ambev fecharam em alta, mesmo após a empresa informar que seu lucro caiu pela metade no primeiro trimestre. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Fora do Ibovespa, os papéis da construtora Tenda saltaram 80,2%, a R$ 14,62, em sua reestreia na Bolsa. A empresa, que havia saído da Bolsa de Valores em 2010 quando foi comprada em sua totalidade pela Gafisa, retornou ao mercado de ações nesta quinta-feira.

Dólar sobe 0,77%, a R$ 3,183

O dólar comercial fechou o dia em alta de 0,77%, cotado a R$ 3,183 na venda. É o segundo avanço seguido da moeda norte-americana, que havia subido 0,16% na véspera. Esse é também o maior valor de fechamento em quase dois meses: em 9 de março, o dólar fechou valendo R$ 3,195.

Investidores estavam preocupados com os próximos passos da reforma da Previdência no Congresso. Na véspera, o texto-base do projeto foi aprovado na comissão especial da Câmara dos Deputados, com 23 votos a favor e 14 contra. O placar, no entanto, não indicou vitória com folga mais à frente.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos