Bolsa tem 4ª alta seguida e fecha no maior nível desde maio; JBS sobe 9,39%

Do UOL, em São Paulo

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta quinta-feira (13) em alta de 0,53%, a 65.178,35 pontos. Foi a quarta alta seguida do índice, que fechou novamente no maior nível desde 17 de maio (67.540,25), último pregão antes de ser divulgada a gravação de Joesley Batista com o presidente Michel Temer.

Na véspera, a Bolsa havia subido 1,57%. Com isso, a valorização acumulada é de 4,58% na semana.

As ações da JBS lideraram os ganhos do Ibovespa na sessão, com valorização de 9,39%, a R$ 7,22, depois que a processadora de carnes recebeu autorização da Justiça para vender negócios no Mercosul.

Os papéis dos bancos Bradesco, Itaú Unibanco e Banco do Brasil também tiveram alta, enquanto Petrobras e Vale fecharam o dia com perdas. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Dólar fecha quase estável, a R$ 3,208

Após quatro quedas seguidas, o dólar comercial fechou esta quinta-feira praticamente estável, com leve alta de 0,02%, cotado a R$ 3,208 na venda. Na véspera, o dólar havia caído 1,4%, a R$ 3,208, menor valor de fechamento desde 17 de maio (R$ 3,134).

O cenário político brasileiro continuou no radar dos investidores. Nesta quinta-feira, o presidente Michel Temer sancionou a reforma trabalhista

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos