Bolsa sobe 1,54% e fecha no maior nível desde 2010; Usiminas salta 10,3%

Do UOL, em São Paulo

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta sexta-feira (1º) em alta de 1,54%, a 71.923,11 pontos. É o maior nível de fechamento desde 8 de novembro de 2010 (72.657,37 pontos). Na véspera, a Bolsa ficou praticamente estável, com leve queda de 0,07%. Com isso, o índice termina a semana com valorização acumulada de 1,2%.

O resultado desta sexta-feira foi influenciado pelo desempenho positivo das ações ordinárias (com direito a voto) da Petrobras, que dispararam 4,51%. Os papéis preferenciais (com prioridade na distribuição de dividendos) da estatal subiram  2,71%.

As ações do Banco do Brasil (+3,88%), do Itaú Unibanco (+2,11%), do Bradesco (+2,08%) e da mineradora Vale (+1,68%) também tiveram ganhos. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

A maior alta do dia foi da Usiminas, que saltou 10,3%, a R$ 7,60. Outras siderúrgicas e metalúrgicas também fecharam em alta: CSN (+6,67%), Gerdau (+6,24%) e Metalúrgica Gerdau (+5,48%).

Dólar fecha quase estável, a R$ 3,147

dólar comercial fechou praticamente estável, com leve queda de 0,01%, cotado a R$ 3,147 na venda. Na véspera, a moeda norte-americana caiu 0,4%. Com isso, o dólar termina a semana com desvalorização acumulada de 0,23%.

Investidores acompanhavam o cenário econômico brasileiro. Nesta sexta, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) informou que o PIB (Produto Interno Bruto) do país cresceu 0,2% no segundo trimestre. Analistas afirmam, no entanto, que o resultado positivo não garante a saída da recessão.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos