Conteúdo publicado há 10 meses

Após dados de inflação dos EUA, dólar fecha a R$ 4,917; Bolsa sobe

O dólar comercial fechou em queda de 0,72%, cotado a R$ 4,917, nesta quarta-feira (13).

Já o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira (B3), encerrou a sessão em alta de 0,18%, aos 118.175,97 pontos.

Cenário externo

O dólar acelerou a queda frente ao real com operadores do mundo inteiro reagindo a dados de inflação dos Estados Unidos que estão em linha com o esperado e não alteraram expectativas de que o Federal Reserve deixará sua política monetária inalterada na próxima semana.

Já o Ibovespa subiu com as ações da Weg disparando mais de 3% após acordo com a Petrobras envolvendo desenvolvimento de aerogerador, e enquanto agentes financeiros analisavam dados dos Estados Unidos.

Os preços ao consumidor dos Estados Unidos subiram no ritmo mais forte em mais de um ano em agosto devido à alta no custo da gasolina, mas houve um aumento apenas moderado no núcleo da inflação, mostraram dados nesta quarta-feira (13).

"Acho que não houve surpresas com a divulgação do índice, acho que (os dados) vieram em linha com o que o mercado esperava, o que reforça uma estancada nessa alta de juros nos Estados Unidos", disse Thiago Avallone, especialista em câmbio da Manchester Investimentos, consultado pela agência de notícias Reuters.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial (saiba mais clicando aqui). Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

Com Reuters

Deixe seu comentário

Só para assinantes