Investimento-anjo cresce 11% e movimenta R$ 688 milhões no Brasil em um ano

Larissa Coldibeli

Do UOL, em São Paulo

O investimento-anjo no Brasil em empresas iniciantes, as chamadas "start-ups", movimentou R$ 688 milhões de junho de 2013 a junho de 2014, segundo levantamento da Anjos do Brasil, entidade de fomento ao investimento-anjo. O valor é 11% maior do que os R$ 619 milhões investidos entre os mesmos meses, de 2012 a 2013.

Para Cassio Spina, presidente da Anjos do Brasil, os números poderiam ter sido ainda maiores, mas a economia fraca e a Copa do Mundo em 2014 inibiram os investidores. "Há potencial e oportunidade de crescimento para o investimento anjo no Brasil, já que é um investimento de longo prazo", afirma.

Embora o volume de investimento continue crescendo, o ritmo caiu em relação ao período anterior, quando os valores haviam subido 25% em um ano, de R$ 495 milhões para R$ 619 milhões.

Número de investidores-anjo aumentou 9%

O número de investidores-anjo cresceu 9%, passando de 6.450, entre 2012 e 2013, a 7.060, entre 2013 e 2014. O valor médio dos investimentos passou de R$ 96 mil a R$ 97,5 mil por investidor-anjo.

Os dados foram divulgados durante a 3ª Conferência Nacional de Investimento-Anjo, realizada nesta segunda-feira (24) na FGV (Fundação Getúlio Vargas), em São Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos