Vendia flor no cemitério, abriu loja de açaí com R$ 480 e fatura R$ 11,5 mi

Márcia Rodrigues

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Desde os 6 anos de idade, o administrador de empresas Jefferson Domingos, 34, queria ser dono do próprio negócio. Vendeu flores perto de cemitério, geladinho (ou gelinho, sacolé) nas ruas e organizou eventos e shows em Cambuí (MG), sua cidade natal, até investir no ramo de alimentação, aos 25 anos.

Atualmente ele é dono da franquia Açaí Villa Roxa, que faturou R$ 11,5 milhões no ano passado, e tem 27 lojas distribuídas nos Estados de Minas Gerais, Santa Catarina, São Paulo e Paraná. A expectativa é chegar a 40 unidades até o fim do ano e atingir entre R$ 16 milhões e R$ 18 milhões de faturamento.

O açaí mais barato é o de 220 ml (R$ 5,50) e o mais caro é a tigela grande, com 900 ml (R$ 20). Outros produtos são vendidos, como sanduíches tostados com queijo branco e mozarela (R$ 6 cada um).  

'Loja era tão feia que dava vergonha'

Domingos afirma que depois de acumular uma dívida de R$ 308 mil com a empresa de eventos, resolveu arriscar e abrir uma loja em Cambuí (MG) para vender açaí, sua fruta preferida, com apenas R$ 480.

Ele diz que cobrou uma dívida de R$ 180 de um amigo, pediu R$ 100 emprestado para a sua então namorada, hoje mulher, e o pai comprou R$ 200 em potes de açaí para ajudá-lo a começar o negócio. Com o dinheiro, ele comprou areia, cimento, cal, tijolo e tinta para fazer uma parede e separar o atendimento da cozinha, e pintar.

"A loja era tão feia que dava até vergonha de trabalhar lá. O dono nem quis cobrar aluguel nos primeiros meses. No começo, não havia movimento porque ela ficava muito escondida. Coloquei uma placa na frente do prédio com uma seta indicando que ali tinha açaí e, com isso, criei uma clientela."

O pai o ajudou com um empréstimo e ele diz que pagou todas as dívidas em dois anos.

Em 2012, ele tinha cinco lojas próprias em Minas e uma fábrica de processamento de açaí em Abaetetuba (PA). 

Em 2013, com 12 lojas próprias, ele começou a comercializar franquias. No ano passado, Domingos vendeu a fábrica no Pará para comprar outra em Santana (AP). "Recebemos incentivo fiscal, por isso mudamos." A empresa também tem outra fábrica em Bragança Paulista (SP).

Franquia custa a partir de R$ 140 mil

A rede oferece três modelos de franquia: quiosque, loja básica (40 m²) e completa (100 m²). O investimento é de R$ 140 mil (quiosque), R$ 200 mil (básica) e R$ 250 mil (completa). Os preços incluem taxa de franquia, capital de giro e custo de instalação.

O faturamento inicial é de R$ 45 mil, R$ 60 mil e R$ 80 mil, respectivamente. O lucro médio mensal é de 27,5% do faturamento, com prazo de retorno em até 15 meses. Os dados foram fornecidos pela empresa.

Mercado está em constante expansão

Para Wilson Borges, gestor de projetos de alimentação fora do lar do Sebrae-SP (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo), o mercado de alimentação saudável e natural está em constante crescimento.

"A alimentação saudável e natural caiu no gosto do brasileiro e veio para ficar. O açaí, principalmente, vem conquistando cada vez mais fãs e ganhando mercados internacionais. Tanto que várias empresas nacionais começaram a atuar em outros países."

Cardápio e qualidade ajudam a driblar concorrência

Borges diz que a concorrência é grande, mas ainda é possível investir. No entanto, ele afirma que não dá para entrar no mercado copiando um modelo de negócio que já existe. "É um mercado maduro e quem quer começar a atuar na área deve investir em um cardápio diversificado e no bom atendimento."

Ele afirma que o serviço oferecido para o consumidor é fundamental para o negócio. "É a forma como você vai tratar o cliente e o que a sua loja tem a oferecer, que o fará preferir a sua marca e não as outras que já existem."

Onde encontrar:

Açaí Villa Roxa: http://www.acaivillaroxa.com.br

 

Aprenda a fazer smoothie antioxidante em 60s

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos