PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Concursos Federais 2020: Lista atualizada, com salários de até R$ 32 mil

Ricardo Marchesan

Do UOL, em São Paulo

11/02/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Previsão é de poucos concursos federais em 2020
  • Governo segue política de corte de gastos
  • Atualmente, são dois concursos autorizados e um com banca definida

As vagas em concursos federais costumam ser muito cobiçadas por quem sonha em entrar no serviço público, em busca de estabilidade e bons salários. Nos últimos anos, porém, elas ficaram mais escassas, diante dos cortes de gastos do governo.

Isso deve se repetir em 2020. Por enquanto, há dois autorizados, do Departamento Penitenciário Nacional e do Senado. Neste segundo, o salário inicial pode chegar a R$ 32 mil, para o cargo de advogado, segundo o Gran Cursos Online, que oferece aulas com foco em concursos. O valor, porém, é uma previsão com base na remuneração dos servidores ativos, já que o edital do concurso ainda não foi publicado.

Além deles, o do IBGE já tem banca definida. O concurso é para vagas temporárias para a realização do Censo.

Confira as informações sobre essas vagas e outros concursos que estão previstos e podem ocorrer este ano, segundo o Gran Cursos Online.

    Autorizados

    Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN)

    • Cargos: agente federal de Execução Penal e especialista federal em Assistência à Execução Penal
    • Remuneração: R$ 5.865,70 a R$ 6.030,23 (previsão)

    Senado Federal

    • Cargos: advogado, técnico legislativo e analista legislativo
    • Remuneração: de R$ 18.591,18 a R$ R$ 32.020,77 (previsão)

    Banca definida

    IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística)

    • Vagas: supervisor - call center, codificador censitário, agente censitário, supervisor, agente censitário municipal
    • Recenseador
    • Remuneração: de R$ 1.278 a R$ 2.100
    • Vagas: 208.695

    Previstos

    Tribunal de Contas da União (TCU)

    • Cargos: técnico federal de Controle Externo e auditor federal de Controle Externo
    • Remuneração: até R$ 22.843,35
    • Número de vagas: 30 vagas (previstas)

    Banco do Brasil

    • Cargo: tecnologia e inovação
    • Remuneração: a definir

    Ministério Público da União (MPU)

    • Cargo: a definir
    • Remuneração: a definir

    Governo quer cortar gastos

    A previsão de autorização de novos concursos, porém, não é animadora para quem sonha em entrar no serviço público. O governo do presidente Jair Bolsonaro segue uma política de corte de gastos, incluindo com pessoal, e o Ministério da Economia afirma que "não há previsão de autorizações de concursos em 2020".

    O antigo Ministério do Planejamento, que atualmente faz parte da estrutura do Ministério da Economia, é responsável pela autorização de concursos nos órgãos e entidades da administração pública federal direta, autárquica e fundacional.

    "O governo federal poderá conceder novas autorizações, mas em caráter excepcional, por medida de absoluta necessidade da administração e desde que asseguradas as condições orçamentárias", disse o Ministério em nota ao UOL.

    O Orçamento para 2020 sancionado pelo presidente autoriza até 51.391 vagas em órgãos do Executivo, Legislativo e Judiciário, sendo 45.816 para provimento (vagas que já existiam mas precisam ser preenchidas por causa de morte ou aposentadoria de servidores, por exemplo), e 5.575 para criação (vagas abertas para aumentar o número de servidores).

    Essas vagas podem ser preenchidas por meio de novos concursos, que devem ser autorizados pelo Planejamento, ou por meio de concursos já realizados e ainda estão em validade.

    A previsão, porém, não é uma garantia de que as contratações vão ocorrer. O Orçamento apenas autoriza a quantidade e o gasto com essas eventuais vagas. Dentro desse limite máximo, o Executivo contrata quantos quiser, após autorização do Ministério.

    Por exemplo, em 2019, o Orçamento previa 47.994 vagas. Até dezembro, porém, apenas 3.652 delas foram autorizadas pelo Planejamento, descontadas contratações temporárias, que não entram nesse limite orçamentário.

    Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
    Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
    Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

    Vai prestar concurso público? 5 dicas para memorizar conteúdos

    UOL Economia

    Concursos