PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Imposto de Renda 2021: Está pagando consórcio? Veja como declarar

Declarar o consórcio é importante para justificar a origem do dinheiro, especialmente quando você for contemplado - Rogério Doki
Declarar o consórcio é importante para justificar a origem do dinheiro, especialmente quando você for contemplado Imagem: Rogério Doki

Colaboração para o UOL

08/04/2021 04h00

Se você está pagando um consórcio de carro, moto, imóvel ou de qualquer outro bem, com valor igual ou maior que R$ 5 mil, é necessário informar esse pagamento em uma ficha específica da declaração do Imposto de Renda, mesmo que você ainda não tenha sido contemplado

Declarar o consórcio é importante para justificar a origem do dinheiro para a Receita Federal, especialmente quando você for contemplado e comprar o bem.

Veja nesta matéria um passo a passo para preencher o programa do IR 2021 e também as declarações dos próximos anos.

Como declarar o consórcio não contemplado

Localize a ficha de "Bens e Direitos", no menu do lado esquerdo da tela do programa de preenchimento da declaração. Clique em "Novo".

Selecione o código "95 - Consórcio não contemplado". Em seguida informe o "CNPJ" da administradora do consórcio.

No campo "Discriminação" informe os detalhes do consórcio, como o nome da administradora, o bem que pretende adquirir (casa, apartamento, carro, moto etc.), número total de parcelas, valor da carta, além das parcelas pagas em 2020.

Peça à administradora um informe para facilitar o preenchimento da declaração do Imposto de Renda.

Se você começou a pagar o consórcio em 2020, deixe o campo "situação em 31/12/2019" com valor zero. Se você já estava pagando em 2019, informe nesse campo as parcelas pagas até essa data.

Da mesma forma, no campo "situação em 31/12/2020", informe o total de parcelas pagas em 2020 se começou a pagar o consórcio no ano passado. Se já pagava anteriormente, some o valor informado em 31/12/2019 com as parcelas pagas em 2020.

Clique em "OK" para concluir o preenchimento da ficha.

IR consorcio 1 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Nas declarações de Imposto de Renda dos próximos anos, repita esse processo de adicionar as parcelas pagas no ano anterior até que o consórcio seja contemplado.

Veja como declarar quando for contemplado

Quando o consórcio for contemplado, seja por lance ou por sorteio, você deverá "dar baixa" na ficha do consórcio e abrir uma nova ficha para declarar o bem adquirido no Imposto de Renda.

Se a contemplação ocorreu em 2020, abra a ficha de "Bens e direitos" onde estava declarado o consórcio. Ao importar a declaração do IR 2020 para o IR 2021, a ficha aparecerá automaticamente na sua relação de bens.

No campo "Discriminação" informe o montante de parcelas pagas em 2020 e relate a contemplação, se foi por sorteio ou por lance. No caso de lance, informe também nesse campo qual foi o valor do lance.

No campo "situação em 31/12/2020" coloque o valor zero para dar baixa na ficha do consórcio. Clique em "OK" para concluir o preenchimento dessa ficha.

Na sequência, abra outra ficha em "Bens e Direitos", clicando em "Novo". Selecione o "código" do bem que foi adquirido com a carta do consórcio.

Por exemplo, se comprou um carro ou uma moto, use o código "21 - Veículo automotor terrestre:caminhão,autómovel,moto etc." Se comprou imóvel, selecione "11 - apartamento" ou "12 - casa".

Em seguida, preencha a "Discriminação", com os detalhes do bem que você comprou. Não esqueça de informar nesse campo que a compra foi feita com uso da carta de consórcio, após contemplação por sorteio ou lance. Na hipótese de lance, informe o valor. Informe também o montante das parcelas do consórcio pagas em 2020.

No campo "situação em 31/12/2019" coloque valor zero. No campo "situação em 31/12/2020" informe o valor declarado na ficha do consórcio em 31/12/2019, mais as parcelas do consórcio pagas em 2020, mais o valor do lance (se for o caso).

IR consorcio 2 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Nas declarações dos próximos anos repita esse procedimento para informar o valor do bem, ou seja, some o valor declarado no ano anterior com as parcelas pagas do consórcio durante o ano, até sua quitação.

Como fazer se consórcio foi contratado e contemplado no mesmo ano

Se o consórcio teve início em 2020 e você foi contemplado no mesmo ano, siga os passos iniciais descritos na parte desta matéria sobre "consórcio não contemplado".

Em seguida, ao preencher os campos "situação em 31/12/2019" e "situação em 31/12/2020", coloque valor zero nos dois.

Detalhe na "Discriminação" que o consórcio foi adquirido e contemplado dentro do mesmo ano.

Por fim, abra uma ficha para declarar o bem adquirido, como já foi explicado acima.

Não declare consórcio como dívida

Não informe o consórcio na ficha "Dívidas e ônus reais" da declaração do Imposto de Renda.

Esse procedimento é um erro comum, que pode levar sua declaração para a malha fina.