PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Vale a pena investir na Ambipar, líder em soluções ambientais?

Canva
Imagem: Canva
Conteúdo exclusivo para assinantes

Research do PagBank

23/05/2022 18h32

Entendemos que a Ambipar (AMBP3) deve seguir entregando um forte crescimento ao longo dos próximos trimestres, principalmente com as empresas adquiridas ganhando sinergia e tração, além de seu crescimento orgânico.

Hoje a companhia negocia a um múltiplo preço/lucro — que mostra a relação entre preço da ação e lucro da empresa — de 4,36, um dos valores mais baixos desde que as suas ações começaram a ser negociadas na Bolsa de Valores brasileira (B3). Isso indica que a empresa está bastante descontada.

Suas ações acumulam uma queda de 27,6% desde o começo do ano e uma alta de 6,78% nos últimos doze meses.

Resultados do 1º trimestre de 2022

Destacamos que a Ambipar (AMBP3) apresentou fortes resultados no primeiro trimestre deste ano, com crescimento de 192% em sua receita líquida na comparação com o mesmo período de 2021.

A sua geração operacional de caixa pelo conceito Ebitda apresentou elevação de 180%, e o lucro líquido saltou 52% quando comparado ao primeiro trimestre de 2021.

Muito desse forte crescimento se deu por conta das aquisições que a empresa realizou ao longo dos últimos trimestres — em especial em 2021, quando adquiriu mais de 20 empresas.

Destacamos que a Ambipar (AMBP3) detém duas importantes divisões sendo elas a Environment e a Response mostrando forte crescimento.

Segmento de Environment

No segmento de Environment (meio ambiente, em tradução literal), o seu foco é na gestão e em soluções de resíduos para indústrias e empresas, sendo esse segmento em que a empresa mais cresce através de aquisições.

A sua receita teve alta de 275% em comparação com o primeiro trimestre de 2021 e o seu Ebitda teve elevação de 263%, conforme podemos verificar no gráfico abaixo.

Segmento de Response

Já em Response, segmento de gerenciamento de crises e emergências ambientais, o crescimento orgânico e inorgânico é mais equilibrado. A receita líquida cresceu 123% e o Ebitda saltou 114% em comparação com o primeiro trimestre de 2021.

Outro ponto bastante importante principalmente mediante as recentes aquisições é a sua alavancagem.

Alavancagem

A companhia encerrou o trimestre com um endividamento total de R$ 3,7 bilhões e um múltiplo de dívida líquida/Ebitda — que indica o nível de alavancagem de uma companhia — de 2,8 vezes.

Apesar de a alavancagem parecer alta — o que é consequência de suas muitas aquisições pela companhia —, a Ambipar (AMBP3) possui aproximadamente 90% da dívida no longo prazo, além de possuir boa geração de caixa e adquirir somente empresas maduras e consolidadas.

Próximos passos

A empresa possui um caixa de R$ 1,4 bilhão e deverá seguir seu plano de realizar novas aquisições ao longo de 2022, principalmente com foco na divisão de Environment.

Além disso, no Environment o crescimento deverá vir de forma orgânica, por meio de novos clientes e contratos com grandes indústrias.

No segmento de Response, além de aquisições pontuais, o crescimento também vem de forma orgânica por meio da abertura de novas bases de atendimento, expansão da área de atendimento e do ganho de escala.