IPCA
0,83 Mai.2024
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Quanto rendem R$ 10 mil nos 7 investimentos mais seguros do país?

Há opções muito mais rentáveis que a poupança e tão seguras quanto; veja abaixo - Divulgação
Há opções muito mais rentáveis que a poupança e tão seguras quanto; veja abaixo Imagem: Divulgação

29/04/2022 04h00

Você não gosta de perder dinheiro de jeito nenhum? Nem de deixar de ganhar? Se sim, então confira abaixo o quanto rendem R$ 10 mil nos sete tipos mais seguros de investimento do mercado brasileiro.

Se você tem esse valor para investir, é possível que consiga aumentar o seu rendimento em R$ 600 por ano após ler este texto. O levantamento é uma resposta a diversas perguntas que tenho recebido na minha conta no Instagram a respeito de investimentos de baixo risco.

Os cálculos foram feitos com base no rendimento atual das aplicações e já desconta o Imposto de Renda (IR) e demais taxas.

Em 7º lugar: Poupança (R$ 617)

O rendimento da poupança está hoje em 6,17% ao ano e não há perspectiva de aumentar. Aplicando R$ 10 mil hoje, a tendência é de que você esteja com R$ 10.617 daqui a exatamente um ano.

As duas grandes vantagens da poupança são a praticidade e a segurança. No entanto, você vai ver aqui outros investimentos de baixíssimo risco que têm um rendimento maior e que, hoje em dia, podem ser facilmente acessados pelo celular.

Em 6º lugar: Fundos DI (R$ 861)

Os fundos de investimento do tipo DI estão hoje com taxas de administração muito mais baixas do que há cinco anos, por conta do forte aumento da concorrência trazido pelas corretoras e bancos online.

Caso você encontre um fundo DI com taxa de administração abaixo de 1% ao ano, o seu rendimento anual para uma aplicação de R$ 10 mil será a partir de R$ 861. Ou seja, pelo menos R$ 244 a mais do que na poupança.

Isso se a taxa básica de juros, a Selic, continuar no atual patamar de 11,75% ao ano. Caso ela suba (e isso é bem possível), seu rendimento tende a ficar ainda maior, o que não ocorrerá com a poupança.

Em 5º lugar: Tesouro Selic (R$ 949)

No Tesouro Selic, o título mais conservador do Tesouro Direto, o rendimento de uma aplicação de R$ 10 mil seria de R$ 949 ao final de um ano.

Aqui também vale o que mencionei sobre fundos DI: se a taxa Selic aumentar, seu rendimento acompanhará.

Cabe também a observação de que tanto o Tesouro Selic quanto os fundos DI têm Imposto de Renda regressivo. Aqui eu calculei o IR referente a um investimento de um ano, que é de 17,5%. Mas se você ficar dois anos ou mais com o dinheiro aplicado, o IR cai para 15%. Sendo assim, o seu rendimento ao ano ficará um pouco maior do que o mencionado aqui.

Em 4º lugar: Tesouro Prefixado 2025 (R$ 1.019)

Até o momento, estávamos falando de tipos de investimento em que você pode fazer o resgate a qualquer momento, sem chance de ter prejuízo. A partir de agora, entraremos nas aplicações com prazo de ao menos um ano.

No caso do Tesouro Prefixado 2025, especificamente, o vencimento é em 2025. Ou seja, se você resgatar o dinheiro antes disso, pode ter prejuízo. Isso posto, saiba que aplicando R$ 10 mil nesse título você terá um ganho médio de R$ 1.019 por ano até a data de vencimento. Como sempre, esse valor já exclui o IR e demais taxas.

Outra informação importante: no caso do Tesouro Prefixado, se a taxa Selic subir, o valor que você já investiu não subirá junto. A taxa continua sendo a mesma até o vencimento.

Em 3º lugar: LCI Pós-fixada (R$ 1.142)

O investimento em uma LCI pós fixada tende a gerar um ganho de R$ 1.142 após 12 meses.

Refiro-me especificamente a uma LCI emitida pelo banco Bari, com prazo de 12 meses, a uma taxa de 98% do CDI. Mas é possível conseguir rentabilidade próxima dessa em corretoras como Ágora, BTG, Inter, Rico e outras.

Uma vantagem em relação ao Tesouro Prefixado (e qualquer outro investimento prefixado) é que, se a taxa básica de juros subir, a sua rentabilidade vai acompanhar, e existe uma boa chance de isso ocorrer neste ano.

Em 2º lugar: CDB Pós-fixado 12 meses (R$ 1.147)

Investindo R$ 10 mil em um CDB (Certificado de Depósito Bancário) pós-fixado com prazo de 12 meses, a tendência é que se chegue a um ganho líquido de R$ 1.147 no fim do período.

Esse é o ganho do CDB pós-fixado mais rentável que encontrei. Trata-se de um título disponível na corretora Órama, emitido pela BRK Financeira. Você também pode encontrar CDBs pós-fixados com taxa próxima desta em outros bancos e corretoras.

Existe também outra categoria de CDBs, que são os prefixados, e apresentam rentabilidade um pouco maior. Para um investimento de R$ 10 mil, o ganho líquido seria de R$ 1.167, ou seja, R$ 20 a mais do que o pós-fixado.

Mas por que eu não dei destaque para o CDB pré, que rende mais? Simplesmente porque se a taxa Selic subir, ele não acompanhará. Já o pós-fixado poderá ter um aumento de rentabilidade em mais de R$ 100, superando o pré.

Em 1º lugar: LCA Prefixada (R$ 1.227)

Entre as aplicações de baixo risco que pesquisei, aquela que traz hoje a maior rentabilidade é a LCA prefixada emitida pelo banco ABC Brasil e negociada pela corretora ABC Personal.

Para um investimento de R$ 10 mil, o ganho seria de R$ 1.227 após um ano.

Mas por que não uma LCA pós-fixada, que acompanhe a alta da taxa Selic? Porque a opção mais rentável que encontrei nessa linha daria um rendimento de apenas R$ 1.108. Assim, mesmo com uma alta do juro básico, não seria suficiente para vencer a LCA prefixada.

De qualquer maneira, você pode perguntar no seu banco ou corretora se eles têm alguma opção de LCA (ou qualquer outro investimento citado aqui) com rentabilidade maior.

Resumo: quanto rendem R$ 10 mil em um ano em aplicações seguras?

  • Poupança: R$ 617
  • Fundo DI: R$ 861
  • Tesouro Selic: R$ 949
  • Tesouro Prefixado 2025: R$ 1.019
  • LCI Pós-fixada: R$ 1.142
  • CDB Pós-fixado: R$ 1.147
  • LCA Prefixada: R$ 1.227

Do meu ponto de vista, a poupança, hoje, não tem nenhuma vantagem que justifique uma rentabilidade tão inferior aos demais investimentos.

Lembre-se de que poupança, fundo DI e Tesouro Selic permitem o resgate do valor a qualquer momento sem chance de prejuízo. Já os demais itens da lista são somente para quem pode aguardar até a data de vencimento.

Alguma dúvida?

Ficou alguma dúvida sobre este texto ou sobre investimentos em geral? Envie para minha conta no Instagram. Sua pergunta pode virar tema desta coluna em breve.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.