PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Investir na Bolsa é perigoso? Veja se há risco ao pôr seu dinheiro em ações

Você tem medo de investir na Bolsa? Veja os riscos de aplicar seu dinheiro em ações - guvendemir/iStock
Você tem medo de investir na Bolsa? Veja os riscos de aplicar seu dinheiro em ações Imagem: guvendemir/iStock
Conteúdo exclusivo para assinantes

Colaboração para o UOL, de São Paulo

27/04/2022 04h00

Muitos investidores, principalmente os iniciantes, têm medo de investir na Bolsa de Valores brasileira (B3) e perder dinheiro com as ações. Mas será mesmo que esse temor procede? No Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, o economista César Esperandio responde a essa dúvida.

Leia a explicação dele e assista abaixo ao trecho do programa. O Papo com Especialista é um tira-dúvidas sobre investimentos exclusivo para assinantes e é transmitido quinzenalmente, às quintas-feiras, das 15h às 16h.

Valorização de uma ação não é rentabilidade

Na renda fixa, diz Esperandio, há previsibilidade da rentabilidade.

"Seja em título prefixado, pós-fixado, atrelado à inflação, você tem uma ideia de quanto vai receber na data de vencimento. Em ações, você não sabe se terá uma rentabilidade", afirma ele, que também é do canal Econoweek.

Segundo o economista, muitas pessoas se enganam por achar que a rentabilidade de uma ação é a sua valorização —comprou por R$ 10 e ela está valendo R$ 20.

"Mas não é isso. A rentabilidade não é essa diferença de preço da ação. Isso é a precificação do ativo", declara.

O economista diz que na renda variável a rentabilidade de uma ação é a distribuição de resultados.

"Quando você compra uma ação, você se torna sócio daquela empresa. E essa empresa distribui, de tempos em tempos, parte do lucro, se ela tiver tido lucro, a seus acionistas", afirma.

No Brasil, tipicamente, a distribuição de lucro ocorre a cada três meses, junto com a divulgação de resultados. "Então, por isso, a rentabilidade de uma ação não é previsível", declara.

É perigoso ou arriscado investir em ações?

Esperandio diz que investir em ações pode trazer alguns riscos:

  • A ação é um ativo que não tem proteção do FGC (Fundo Garantidor de Créditos);
  • A empresa pode falir e, eventualmente, você perder o seu dinheiro;
  • A empresa pode não distribuir lucro --ou, ao contrário, valorizar tanto e distribuir rendimentos que podem ser muito maiores que a rentabilidade da renda fixa

Não é perigoso. Você só tem que saber onde está investindo. Para isso, você deve fazer uma análise fundamentalista bacana, entendendo quais são os resultados contábeis e financeiros da empresa nos últimos tempos e as projeções para os períodos seguintes, em qual mercado a empresa está inserida, e assim por diante. É um pouquinho mais complexo do que na renda fixa.

Por isso, diz o economista, é recomendado o investidor começar pela renda fixa, ir se familiarizando com o mundo dos investimentos, para depois chegar à renda variável.

"Acho que o primeiro passo do investidor iniciante deve ser começar pela renda fixa, preferencialmente montando a sua reserva de emergência aplicando em Tesouro Selic ou em CBDs, LCIs e LCAs de liquidez imediata", afirma.

Papo com Especialista é quinzenal

O programa Papo com Especialista é transmitido às quintas-feiras, quinzenalmente, das 15h às 16h, na página inicial do UOL, no UOL Economia e no UOL Investimentos, e é exclusivo para assinantes. Reveja programas anteriores aqui.

Você pode enviar perguntas ao Papo pelo e-mail uoleconomiafinancas@uol.com.br —elas podem ser respondidas no programa.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

A página de investimentos do UOL tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pelo analista Felipe Bevilacqua, da casa Levante Ideias de Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envia sua pergunta para duvidasparceiro@uol.com.br.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.