PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

O que praticar esportes tem a ver com investir seu dinheiro?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Do UOL, em São Paulo

30/06/2021 04h00

Quando você pensa em hábitos, provavelmente vai lembrar da hora em que acorda todos os dias, do que costuma comer e outros rituais como frequentar a academia ou até cuidados com a pele antes de dormir. Segundo especialistas, os investimentos também deveriam fazer parte desse cronograma.

"O hábito de investir é como o hábito de praticar esportes, ter alimentação saudável. É recorrência", afirmou Fabio Macedo, diretor da Easynvest by Nubank, durante o encontro do Guia do Investidor UOL, série de eventos gratuitos e quinzenais do UOL Economia+ para quem quer aprender a cuidar do próprio dinheiro.

Assim como qualquer outro hábito, como praticar esportes, investir requer disciplina. Confira abaixo como cuidar do seu dinheiro da mesma forma que você pratica esportes.

Foco e disciplina

Cuidar melhor do dinheiro e investir requer o mesmo foco e disciplina que você precisa para fazer qualquer esporte.

Fazer o dinheiro trabalhar para você (e não o contrário) é como começar a academia na segunda-feira. Você não vai ter resultado no primeiro dia, sequer nas primeiras semanas, mas você vai porque fazer exercícios é um investimento no seu "eu" do futuro. O mesmo acontece com investimentos.

Por isso, é importante ter um objetivo e foco, para não se perder logo no começo da jornada e dizer: "na semana que vem eu começo".

"Normalmente as pessoas correm para tentar ganhar o dinheiro e vão gastando com coisas inúteis. É preciso exercitar o minimalismo. A gente não precisa dessa quantidade absurda de coisas para ser feliz", disse Tito Gusmão, CEO e fundador da Warren, durante o encontro.

Use a tecnologia a seu favor

Da mesma forma que a tecnologia permitiu que você fizesse exercícios em casa, ela também pode te ajudar a cuidar melhor do seu dinheiro.

A possibilidade de acompanhar o orçamento do mês pelo celular, com o auxílio de aplicativos, tem ajudado a incluir os investimentos na rotina do brasileiro.

"Tem app que te ajuda a entender para onde o dinheiro está indo. Você começa a ter um raio-x da sua posição financeira", afirmou Fabio Macedo.

Pelos aplicativos, o investidor é estimulado a acompanhar diariamente os seus recursos.

"Outro fator é o acesso ao conteúdo. Claro que a gente precisa filtrar, mas o acesso ao que tem no YouTube, Instagram e blogs é fundamental para ajudar os brasileiros a serem mais educados financeiramente", disse Tito Gusmão.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.