Bolsas

Câmbio

EUA: regulador financeiro pede flexibilização de regras de capital aos bancos

Nova York, 15 Mar 2017 (AFP) - Um alto funcionário de regulação financeira da administração de Trump disse nesta quarta-feira que os rigorosos requerimentos de capital para os bancos deveriam ser "recalibrados" para impulsionar o crescimento econômico.

J. Christopher Giancarlo, escolhido na terça-feira pelo presidente americano Donald Trump para dirigir a comissão que supervisiona os mercados a futuro (CFTC), acrescentou que os reguladores foram muito longe impondo restrições a derivados financeiros depois da crise de 2008.

"Hoje em dia, os mercados de derivados dos Estados Unidos estão lutando, em alguns casos, sob o peso de regulações erradas e excessivas", disse Giancarlo durante seu discurso na Conferência da Indústria de Futuros, realizada no estado de Florida.

Os partidários das regulamentações, por sua vez, dizem que são necessárias para salvaguardar o sistema financeiro e prevenir excessos como os que resultaram na crise de 2008. Embora os grandes bancos se queixam de que esses limites os constrangeram em sua capacidade de devolver dinheiro a seus acionistas.

No entanto, Giancarlo assegurou que a normativa estava equivocada porque aumentava o risco de liquidez.

A CFTC que se concentra nos derivados também intervém na regulação financeira geral através do Conselho de Supervisão da Estabilidade Financeira, que também inclui o Federal Reserve, o Tesouro e outros entes reguladores.

"Chegou o momento de recalibrar os requerimentos de capital dos bancos para equilibrar melhor as preocupações de risco sistêmico com o crescimento econômico saudável e a prosperidade americana", disse Giancarlo.

bur-jmb/hs/mjr/gm/cc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos