ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Calça jeans pode se tornar mais 'verde' graças a bactéria

08/01/2018 21h34

Paris, 8 Jan 2018 (AFP) - A tradicional calça jeans poderia se somar à revolução verde, graças a um novo método de tintura mais ecológico, capaz de substituir o famoso corante azul índigo, segundo um estudo publicado nesta segunda-feira.

O índigo, que é extraído de uma planta - embora hoje em dia seja sobretudo sintetizado-, é o único corante capaz de dar ao blue jeans sua cor emblemática.

"Mas o processo requer etapas químicas prejudiciais ao meio ambiente" e "inviáveis" no futuro, indicaram os autores do estudo, publicado na revista científica Nature Chemical Biology.

Os cientistas desenvolveram um método para produzir o pigmento através de uma bactéria concebida em laboratório, advertindo que o processo requererá, no entanto, "melhorias" para ser utilizado em escala industrial.

Naturais ou sintéticos, os cristais de índigo aderem à superfície do tecido. Seu azul intenso é muito resistente à lavagem, mas ao mesmo tempo os cristais vão se desgastando, dando esse efeito característico de calça usada.

Um total de 95% das 45.000 toneladas de índigo sintético utilizadas a cada ano são usadas para tingir as quatro bilhões de peças de blue jeans fabricadas anualmente, segundo dados do estudo.

Essa demanda "supõe um grave problema" de longo prazo, indica o estudo, referindo-se por exemplo ao uso de produtos químicos como o formol e o cianeto de hidrogênio, assim como ao fato de que "muitas fábricas (...) despejam os materiais de tintura nos rios, com um impacto ecológico negativo".

Os autores do estudo conceberam uma bactéria E.coli, que como a planta fabrica indoxil, ao que se adiciona uma molécula de açúcar, antes de acrescentar uma enzima que permite obter o índigo para tingir o tecido.

"O produto final é idêntico", assegurou um dos autores, John Dueber, da Universidade da Califórnia.

No entanto, para produzir as cinco gramas de índigo necessárias para tingir uma calça, seriam necessários "nesta fase vários litros de bactérias", de modo que seu laboratório está trabalhando para melhorar o processo, explicou à AFP.

abd-mlr/app/age/db/cc

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia