PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Wall Street fecha praticamente estável

22/08/2018 19h03

Nova York, 22 Ago 2018 (AFP) - A bolsa de Nova York fechou nesta quarta-feira (22) com índices indefinidos após uma sessão que marcou um recorde, ao chegar à marca de quase uma década sem grandes turbulências no mercado.

O índice industrial Dow Jones fechou em baixa 0,34% a 25.733,60 pontos e o S&P 500 perdeu 0,04% somando 2.861,82. A Nasdaq, de valores tecnológicos, ao contrário, subiu 0,38% a 7.889,10 pontos.

Faltando menos de um mês para o décimo aniversário da crise financeira de 2008, Wall Street bateu o recorde de tempo sem baixas de mais de 20%, algo que não acontecia desde 1946.

O índice S&P 500 acumulou 3.453 dias sem cair mais de 20%, o que o afirmou como "bull market"; um mercado com tendência à alta. Esta marca foi comemorada pelo presidente Donald Trump. "Parabéns", tuitou.

"Pode-se pensar que isto não é mais que uma cifra, mas no entanto é uma amostra de até que ponto a economia funciona bem", afirmou Tom Cahill, da Ventura Wealth Management.

"A questão é agora saber quanto tempo isto vai durar", disse Sam Stovall, da CFRA.

"Não se percebe nenhum sinal de recessão no horizonte (...) As taxas de juros e a inflação deveriam permanecer baixas e espera-se que os lucros das empresas aumentem 10% no ano que vem depois dos 23% estimados para este ano", acrescentou.

O recorde foi mitigado por problemas políticos, devido aos golpes judiciais sofridos por Trump quando um ex-advogado seu o comprometeu perante um juiz e quem foi seu chefe de campanha se declarou culpado em um processo aberto contra ele.

"A resolução destes dois casos pressionam o dólar e também as ações americanas", observou Chris Low, do FTN Financial.

No mercado de obrigações, o rendimento dos bônus do Tesouro com dez anos de prazo perdia 2,816% contra 2,830% de terça-feira e o dos bônus a 30 anos recuava 2,983% contra 2,993% na véspera.