PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Mulher de Carlos Ghosn volta ao Japão para ser ouvida

10/04/2019 19h38

Paris, 10 Abr 2019 (AFP) - Carole Ghosn, mulher de Carlos Ghosn, está de volta ao Japão, onde deve ser ouvida pela Justiça na investigação sobre as suspeitas de malversação que pesam sobre o ex-CEO da Renault - informou seu advogado, François Zimeray, nesta quarta-feira (10).

Ela havia deixado o Japão no último fim de semana, depois da recente detenção do marido, afirmando que "se sentiu em perigo". Segundo diferentes jornais japoneses, porém, a Justiça queria interrogá-la.

Carole Ghosn "retornou ao Japão", disse Zimeray à AFP. "É a prova de que ela nunca tentou fugir de ninguém".

O advogado disse que ela seria interrogada como testemunha pelo escritório do promotor de Tóquio. "Era importante para ela estar lá e não fazer nada que pudesse prejudicar o marido", acrescentou.

De acordo com a agência de notícias Kyodo, o escritório do promotor de Tóquio suspeita que somas de dinheiro desviado teriam passado por uma empresa administrada por ela.

Carlos Ghosn foi preso em 4 de abril em Tóquio por novas suspeitas de crimes financeiros, um mês depois de ser libertado sob fiança.

Sua mulher, que estava presente quando foi preso, disse que voltou para a França, apesar de seu passaporte libanês ter sido confiscado pela polícia japonesa. Carole disse que usou seu outro passaporte, americano.

aro/tq/swi/tt/ll

Renault