PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Holanda exigirá PCR negativo de pessoas vindas de zonas de risco por via aérea

23/12/2020 20h28

Haia, 23 dez 2020 (AFP) - Passageiros procedentes de uma "zona de risco" de contágio do novo coronavírus, inclusive da UE, deverão apresentar um exame PCR negativo recente ao chegarem à Holanda a partir da 0h (20h de Brasília) de 29 de dezembro, declarou nesta quarta-feira (23) o governo holandês em um comunicado.

Nesta quarta, todos os países do mundo eram apresentados como potenciais "zonas de risco" no mapa do ministério holandês das Relações Exteriores, devido à pandemia de covid-19.

"A medida já estava em vigor desde 15 de dezembro para cidadãos dos chamados países terceiros", segundo Haia.

"O governo a estende agora a todos os voos rumo à Holanda", acrescenta.

Haia também disse estar estudando estender a obrigação de se apresentar um exame PCR negativo a todos os passageiros da UE que chegarem à Holanda por outros meios de transporte, como "trem, ônibus ou barco".

No domingo, a Holanda foi o primeiro país da Europa a suspender todos os voos de passageiros procedentes do Reino Unido, horas depois do anúncio do governo britânico de um novo confinamento em várias partes do país para tentar conter um aumento dos contágios, atribuído a uma nova cepa do coronavírus.

Em 14 de dezembro, o premier holandês, Mark Rutte, havia anunciado uma nova série de medidas no combate à covid-19, as mais severas adotadas na Holanda desde o início da crise sanitária.

Um confinamento de cinco semanas está em vigor desde 19 de janeiro.

str/lpt/bc/jz/mvv