PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Governo britânico pede ao G7 ação mundial frente à crise de abastecimento

30.set.21 - Um trabalhador guia os carros para o pátio enquanto os veículos fazem fila para reabastecer em um posto de gasolina em Londres, Grã-Bretanha - HANNAH MCKAY/REUTERS
30.set.21 - Um trabalhador guia os carros para o pátio enquanto os veículos fazem fila para reabastecer em um posto de gasolina em Londres, Grã-Bretanha Imagem: HANNAH MCKAY/REUTERS

12/10/2021 20h32Atualizada em 12/10/2021 21h07

O ministro da Fazenda britânico, Rishi Sunak, pedirá ao G7 das Finanças, que se reunirá na quarta-feira em Washington mais coordenação para tornar "mais resilientes" as cadeias de abastecimento mundial, que sofrem perturbações nos últimos meses.

Devido ao Brexit, o Reino Unido sofre especialmente destas incidências, com complicações no comércio de bens e de trabalhadores que se traduz, por exemplo, na falta de cerca de 100.000 caminhoneiros.

O encarregado do governo britânico, que preside o G7 das Finanças até o fim do ano, também participará da assembleia anual do Fundo Monetário Internacional, do Banco Mundial e da reunião de ministros das Finanças do G20.

Nesta última, Sunak pedirá a seus contrapartes incrementar o apoio aos países pobres no que diz respeito à distribuição de vacinas contra a covid-19 e trabalhar na transição para a neutralidade de carbono.

PUBLICIDADE